Toyota investe US$ 400 milhões em projeto de táxi voador

Gigante japonesa de automóveis se une à startup californiana; objetivo é lançar um serviço de táxis voadores até 2023

Tóquio | AFP

A gigante japonesa de automóveis Toyota anunciou nesta quinta-feira (16) que investirá US$ 394 milhões (R$ 1,6 bilhão) na Joby Aviation, uma startup californiana que desenvolve uma aeronave elétrica para serviços de mobilidade sob demanda em áreas urbanas, uma espécie de táxi voador.

Feito no âmbito de uma captação de recursos de US$ 590 milhões (R$ 2,4 bilhões) pela Joby Aviation, este investimento é um sinal da intensificação dos esforços da Toyota para se transformar em gigante mundial de novas mobilidades.

Modelo de táxi voador da Toyota
Modelo de táxi voador da Toyota - Reprodução

"O transporte aéreo foi um objetivo de longo prazo para a Toyota. Embora continue operando no setor de automóveis, este acordo volta nosso olhar para o céu", afirmou o presidente do fabricante japonês, Akio Toyoda, citado em um comunicado do grupo.

Fundada em 2009, a Joby Aviation desenvolve um pequeno avião elétrico de cinco lugares com decolagem e aterrissagem verticais, como um helicóptero. A futura máquina terá uma autonomia de 240 km e velocidade máxima de 320 km/h.

Apoiado por vários investidores estrangeiros e por empresas desde seu início, a Joby Aviation anunciou no mês passado uma associação com o gigante americano de veículos com motorista, a Uber. O objetivo é lançar um serviço de táxis voadores até 2023.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.