Uber testa recurso que deixa motoristas escolherem preço das corridas nos EUA

Teste ocorre na Califórnia; motoristas de aeroportos poderão cobrar até cinco vezes mais

Nova York | Reuters

A Uber disse nesta terça-feira (21) que está testando um recurso que permite a alguns motoristas da Califórnia definir os preços de suas próprias corridas, esperando que a mudança ajude a mostrar que os motoristas são contratados independentes, e não funcionários.

Os motoristas da Uber que transportam passageiros dos aeroportos de Santa Barbara, Palm Springs e Sacramento agora podem cobrar até cinco vezes a tarifa estabelecida pela empresa, disse a Uber.

A empresa afirmou que fez essas e várias outras alterações para preservar o trabalho flexível de seus motoristas desde que a nova lei da Califórnia, projetada para melhorar as condições para trabalhadores de aplicativos, entrou em vigor este ano.

"Estamos fazendo agora um teste inicial de mudanças adicionais que darão aos motoristas mais controle sobre as tarifas cobradas dos passageiros", disse a companhia.

A partir da próxima semana, os motoristas também poderão cobrar menos que as tarifas da Uber se a empresa aumentar seu preço em momentos de alta demanda.

Os testes iniciais são limitados aos três aeroportos e não representam uma versão final do recurso, disse a empresa, acrescentando que o controle dos motoristas sobre seus ganhos evoluirá nas próximas semanas e meses.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.