Fortuna de Jeff Bezos cresce US$ 13 bi em um único dia

Fundador da Amazon tem fortuna calculada em US$ 189,3 bi

São Paulo

Jeff Bezos, fundador da Amazon e pessoa mais rico do mundo, viu sua fortuna aumentar em US$ 13 bilhões (aproximadamente R$ 67 bilhões) na segunda-feira (20), batendo o recorde de enriquecimento em um único dia, segundo a agência de notícias Bloomberg.

O crescimento da fortuna de Bezos reflete o desempenho das ações da Amazon, que cresceram 7,9% naquele dia.

A empresa americana de tecnologia tem aumentado seu faturamento graças à popularização do comércio eletrônico em meio ao confinamento provocado pela pandemia —desde o início do ano, as ações da Amazon acumulam alta de 73%, ainda de acordo com a Bloomberg.

Jeff Bezos durante evento em Boston em 2019 - Katherine Taylor - 19.jun.2019/Reuters

Bezos, 56, tem fortuna calculada em US$ 189,3 bilhões (aproximadamente R$ 980 bilhões), dos quais US$ 74 bilhões (R$ 382 bilhões) foram acumulados só em 2020.

O enriquecimento de Bezos e outros empresários da área da tecnologia vai na contramão da recessão global provocada pelo coronavírus. Só nos Estados Unidos, que deverão enfrentar sua recessão mais severa desde a Crise de 29, mais de 3 milhões de pessoas se inscreveram para receber seguro-desemprego desde o início da pandemia.

Assim como Jeff Bezos, outro chefe de gigante da tecnologia viu sua fortuna variar bilhões em apenas um dia. Foi o que ocorreu com Mark Zuckerberg, presidente do Facebook, no fim de junho. No caso dele, no entanto, sua riqueza não cresceu, mas retraiu.

Devido à suspensão de anúncios de empresas como Coca-Cola e Unilever, a rede social teve uma perda de US$ 56 bilhões em um dia, o que significou um recuo de US$ 7,2 bilhões na fortuna de Zuckerberg.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.