Província chinesa afirma ter encontrado coronavírus em pacotes de carne suína do Brasil

País já havia registrado em agosto a presença do vírus em carne de frango brasileira

Pequim | Reuters

Pacotes de um lote de carne suína congelada importados do Brasil que entraram em um distrito da província de Shandong, leste da China, tiveram resultado positivo para coronavírus, informou o governo local.

Moradores do distrito de Wendeng, na cidade de Weihai, que podem ter entrado em contato com a carne suína, devem informar às autoridades, disse o governo local.

As autoridades não informaram de qual empresa brasileira é a carne congelada.

Comerciantes vendem carne suína em barracas na rua na China
Comerciantes vendem carne suína em barracas na rua na China - Claro Cortes - 27.nov.2010/Reuters

Em agosto, a prefeitura de Shenzhen, perto de Hong Kong, já havia anunciado a presença de Covid-19 em frangos importados do Brasil, o maior produtor mundial, e em camarões procedentes do Equador.

O governo da cidade havia identificado uma fábrica da brasileira como origem de asas de frango que estavam contaminadas pelo vírus. Apesar disso, entidade representante do setor no Brasil havia dito não haver evidências científicas de que a carne seja transmissora do vírus, citando organismos internacionais como a Organização Mundial da Saúde (OMS), a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO) e a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

À época também, as autoridades chinesas informaram que submeteram imediatamente a exames de diagnóstico as pessoas que tiveram contato com os produtos contaminados, assim como seus parentes. Todos os testes apresentaram resultado negativo, segundo o comunicado.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.