Descrição de chapéu Rússia

Substância suspeita no Parlamento não é perigosa, diz polícia britânica

Duas pessoas chegaram a ser hospitalizadas por precaução e local foi isolado

O Palácio de Westminster, composto pela Câmara dos Comuns e pela Câmara dos Lordes, que juntas compõem o Parlamento britânico, em Londres - Justin Tallis - 29.mar.2017/AFP
Londres | Reuters

A polícia britânica investigou uma substância suspeita no Parlamento, em Westminster, e concluiu que ela não é perigosa, afirmou nesta segunda-feira (12) uma porta-voz.

O local chegou a ser isolado, mas não houve retirada de funcionários ou parlamentares. Duas pessoas, um homem e uma mulher, foram hospitalizadas por precaução.

Segundo a polícia, um pacote suspeito foi encontrado em um prédio onde muitos parlamentares têm seus escritórios, o Norman Shaw Buildings.

"Uma substância suspeita foi investigada pela Polícia Metropolitana e declarada não perigosa", afirmou nota da porta-voz do Parlamento. 

O incidente ocorre em meio a investigações sobre o envenenamento de um ex-espião russo e de sua filha na cidade de Salisbury, no sul da Inglaterra. 

A primeira-ministra Theresa May deve fazer nesta segunda um pronunciamento sobre o caso. Segundo a imprensa britânica, ela deve acusar a Rússia como responsável pelo envenenamento.

A substância usada para envenenar Serguei Skripal e sua filha Iulia foi identificada pela polícia, mas não divulgada ao público. Sabe-se apenas que se trata de um agente neurotóxico.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.