União Europeia é inimiga dos EUA, diz Trump

Às vésperas de seu encontro com Putin, ele também citou Rússia e China como rivais

Londres | AFP e The New York Times

O presidente Donald  Trump disse em uma entrevista divulgada neste domingo (15) que considera a União Europeia um inimigo comercial dos EUA, na véspera de seu encontro com o presidente russo, Vladimir Putin, em Helsinque (Finlândia). 

“Acho que temos muitos inimigos. Acho que a União Europeia é um inimigo, com o que eles fazem conosco no comércio”, disse Trump, em declarações à CBS Evening News. 

O jornalista Jeff Glor comenta: “Muitos podem ficar surpresos de ouvir você listar a UE como inimigo antes da China e da Rússia”. 

“A UE é muito difícil. Respeito os líderes desses países. Mas, em termos de comércio, eles realmente se aproveitaram de nós”, responde Trump. “Muitos desses países estão na Otan [aliança militar ocidental] e não estão pagando suas contas, você sabe; um grande problema é a Alemanha.” 

Trump acrescentou: “A Rússia é um inimigo em certos aspectos. A China é um inimigo economicamente, certamente são inimigos. Mas isso não significa que eles sejam ruins. Não significa nada. Significa que eles são competitivos”.

Em resposta, Donald Tusk, presidente do Conselho Europeu, escreveu nas redes sociais: “A América e a UE são melhores amigos. Quem diz que somos inimigos está espalhando notícias falsas.”

Trump passou os últimos dois dias em seu resort na Escócia, jogando golfe e, segundo ele, se preparando para a reunião com Putin, a quem elogiou pela organização da Copa (“uma das melhores já feitas”).

O republicano afirmou ter “baixas expectativas” sobre a reunião, que ocorre após 12 russos serem denunciados por hacking contra democratas e órgãos eleitorais durante as eleições de 2016 nos EUA. 

Trump disse que levaria o assunto para a cúpula. “Talvez algo bom saia disso.” 

Ele iniciou seu tour pela Europa na semana passada criando polêmica ao exigir que os parceiros da Otan elevassem seus gastos militares. Saiu dizendo que havia alcançado esse objetivo, mas líderes europeus o contradisseram.

A bordo do Air Force 1 em direção à Finlândia, Trump publicou uma série de mensagens nas redes sociais.
“Infelizmente, não importa o quão bem eu me saia em uma cúpula [...], sempre volto com críticas de que não foi bom o suficiente”, escreveu.

 
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.