Descrição de chapéu Governo Trump

Trump cancela parada militar por orçamento 'ridiculamente alto'

Evento que celebraria os cem anos do fim da Primeira Guerra custaria US$ 21,6 milhões

Júlia Zaremba
Washington

O presidente americano Donald Trump cancelou nesta sexta-feira (17) os planos para uma parada militar que seria realizada na capital Washington em novembro.

A decisão, segundo ele, é uma resposta ao orçamento “ridiculamente alto” solicitado por políticos locais para realizar o evento — foram pedidos US$ 21,6 milhões (R$ 85 milhões).

“Talvez façamos alguma coisa no ano que vem em D.C. se o custo cair muito”, escreveu nas redes sociais. “Agora, podemos comprar mais alguns caças a jato!”

Militares americanos marcham em desfile no Capitólio, em Washington
Militares americanos marcham em desfile no Capitólio, em Washington - Alex Brandon - 20.jan.17/Associated Press

Trump disse que, em vez disso, participaria de uma parada na região da base aérea de Andrews, no estado de Maryland, e outra em Paris que vai celebrar os cem anos do fim da Primeira Guerra Mundial (1914-1918), em 11 de novembro.

Trump teve a ideia da parada durante uma visita a capital francesa para assistir ao desfile militar da Queda da  Bastilha.  

A prefeita de Washington, a democrata Muriel Bowser, respondeu também pelas redes sociais dizendo que havia apresentado ao presidente a realidade sobre os custos de um evento sob a administração Trump. 

Segundo o jornal The Washington Post, o evento de posse de Donald Trump , em janeiro de 2017, foi estimado em cerca de US$ 20 milhões (R$ 78 milhões).

Um dia antes do anúncio do cancelamento, o Pentágono já havia afirmado que a parada poderia ser adiada para 2019, já que os custos militares, com segurança e transporte poderiam chegar aos US$ 80 milhões (R$ 315 milhões) a mais do que o estimado inicialmente.

“Uma grande parada custa dinheiro, sr. Trump, e foi o seu Pentágono que sugeriu mais de US$ 90 milhões (R$ 352 milhões). Não culpe os outros”, disse o também democrata Phil Mendelson,  presidente do conselho local.  

Mesmo colegas de Trump dentro do Partido Republicano elogiaram a decisão de cancelar a manifestação. “Eu não achava que era boa ideia [fazer a parada]. Nós ainda estamos em guerra neste momento”, disse o deputado republicano Scott Taylor, que lutou no Iraque.


 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.