Patrulheiro morre após avalanche em estação de esqui na Suíça

Outras três vítimas foram resgatadas da neve; buscas foram interrompidas

Genebra | AFP e Reuters

Um patrulheiro francês morreu após ser atingido pela avalanche que ocorreu no resort de Crans-Montana, na Suíça. Durante toda a terça-feira (19), equipes de resgate buscaram sobreviventes soterrados na neve. Quatro vítimas foram retiradas e levadas para o hospital de Sion. 

"A pessoa que ficou gravemente ferida morreu durante a noite no hospital de Sion. Ele era um patrulheiro de esqui de 34 anos", disse a polícia de Cantão de Valais em um comunicado. "A busca continuou a noite toda e foi interrompida esta manhã. Será retomada se a situação exigir. Nenhum desaparecimento foi comunicado", disse a polícia.

Equipes de resgate em Crans-Montana, nos Alpes suíços, no local da avalanche que deixou três esquiadores feridos e um morto
Equipes de resgate em Crans-Montana, nos Alpes suíços, no local da avalanche que deixou três esquiadores feridos e um morto - Polícia de Cantão de Valaisanne - 19.fev.19/AFP

O comandante da polícia de Valais, Christian Varone, disse em entrevista coletiva que a avalanche tinha 840 metros de comprimento e 100 metros de largura, com 400 metros de neve batendo na pista.

A promotora Catherine Seppey disse que uma investigação foi aberta. "Há duas hipóteses. A primeira é que vários esquiadores desencadearam a avalanche. A segunda hipótese é que foi uma avalanche espontânea devido às condições climáticas e, nesse caso, será uma questão de determinar responsabilidades e problemas de segurança", afirmou ela. 

Oito helicópteros, 12 cães e 240 policiais tentaram encontrar feridos sob a neve durante a noite. O acidente aconteceu às 14h15 (10h15 no horário de Brasília) na pista de Kandahar, a uma altitude de 2.600 metros. Os primeiros relatos de moradores locais indicavam que entre dez e doze pessoas foram arrastadas pela neve, o que não foi confirmado pela polícia.

Vários esquiadores, turistas e moradores estavam na pista quando a avalanche desceu as encostas do resort. A estação estava cheia de crianças e jovens, devido às férias escolares na Suíça. 

 
A avalanche veio depois que uma semana de temperaturas mais quentes, o que ajudou a derreter a neve pesada. O site do resort indicava, na hora do acidente, que o risco de acontecer um deslizamento era 2, numa escala que varia de 1 a 5. O fenômeno é considerado raro na estação e costuma ocorrer apenas fora dos limites da estação. 
 
O local, um dos mais conhecidos da Suíça, vai sediar a Copa do Mundo Feminina de Circuito Alpino no próximo final de semana.  
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.