Em gesto diplomático, China empresta dois pandas a zoológico de Moscou

Gesto de Xi Jinping sinaliza aproximação entre países; dirigente está na Rússia para visita de três dias

Moscou | Reuters

O dirigente da China, Xi Jinping, presenteou dois pandas ao zoológico de Moscou em uma cerimônia com Vladimir Putin nesta quinta-feira (6). O gesto foi descrito pelo presidente russo como um sinal do fortalecimento da confiança e do respeito entre os dois países.

Xi mostrou os pandas —Ru Yi e Ding Ding— depois de conversar com Putin, a quem chamou de "melhor amigo". O encontro se deu no início de uma visita de três dias de Xi à Rússia.

O líder chinês viajará ainda nesta quinta para São Petersburgo, onde será o convidado de honra de um fórum econômico que reúne dirigentes e representantes de 1.800 empresas russas e estrangeiras de 75 países.

Um dos dois pandas gigantes presentados a Moscou pela China - Alexander Vilf/AFP

​​Os pandas foram emprestados a Moscou por um período de 15 anos, como parte de um projeto de pesquisa conjunto. O empréstimo "é um sinal de respeito especial para a Rússia", disse Putin a jornalistas. "Estes animais são um símbolo da China e apreciamos muito tal gesto de amizade. Quando falamos de pandas, sempre terminamos com um sorriso no rosto", completou. 

 
Os líderes dos dois países se encontraram quase 30 vezes nos últimos seis anos, e prometeram ampliar a cooperação nas áreas militar e econômica —o intercâmbio comercial entre os países alcançou em 2018 o nível recorde de US$ 108 bilhões.
 
O encontro vem em um momento de tensão entre as relações da Rússia com os EUA (em função da suposta interferência russa na eleição de Trump) e em meio da guerra comercial dos EUA contra a China.  Com a nova visita, as nações querem mostrar a Washington que estão aprofundando seus laços.

Os pandas foram entregues à Rússia no final de abril, depois que Putin visitou Pequim, mas só foram revelados ao público nesta quarta-feira (5).

O presidente russo, Vladimir Putin, e o dirigente chinês, Xi Jinping, admiram um panda no Zoológico de Moscou - Sputnik/Alexander Vilf/Kremlin/Reuters
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.