Descrição de chapéu Governo Trump

Câmara dos EUA derruba primeiro pedido de impeachment contra Trump

Democratas se unem a republicanos para impedir avanço de medida protocolada na véspera

Washington | AFP e Reuters

A Câmara dos Representantes (deputados) dos EUA decidiu nesta quarta-feira (17) derrubar o primeiro pedido de impeachment protocolado na Casa contra o presidente Donald Trump.

A votação foi de 332 votos a favor da derrubada e 95 contra, com os líderes democratas, entre eles a presidente da Casa, Nancy Pelosi, somando-se aos republicanos para barrar a medida.

O pedido foi apresentado na terça pelo deputado Al Green, democrata do estado do Texas, e citava as declarações racistas de Trump contra quatro deputadas democratas. No mesmo dia, a Casa aprovou uma moção de repúdio contra o presidente pelo mesmo motivo.

O deputado democrata Al Green, do Texas, no Congresso em Washington - Mark Wilson/Getty Images/AFP

"Donald Trump, por suas declarações, colocou o alto cargo de presidente dos EUA em uma situação de desrespeito, ridículo, vergonha e descrédito; semeou discórdia entre o povo americano; demonstrou que é incapaz de ser presidente e traiu sua confiança como presidente dos Estados Unidos para o prejuízo manifesto do povo americano, e cometeu uma alta ilegalidade no cargo", leu Green no plenário da Casa. 

"É hora de lidarmos com sua intolerância. Esse presidente demonstrou que está disposto a gritar 'fogo!' em um teatro lotado, e nós vimos o que pode acontecer com as pessoas quando se dá rédeas livres ao fanatismo”, disse Green a repórteres.

Pelosi, que vinha relutando a atender pedidos de que um procedimento de impeachment fosse aberto contra o presidente, apoiou o arquivamento da medida.

"Com todo o respeito do mundo pelo senhor Green, temos seis comitês que estão trabalhando em questões de abuso de poder, obstrução de justiça e outros que o presidente possa ter cometido", afirmou.

"É um caminho sério que estamos percorrendo, não que o senhor Green não seja sério, mas vamos lidar com isso no plenário." 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.