Bolsonaro leva filho mais novo a cúpula do Mercosul

Presidente afirmou que Jair Renan, 21, 'está aprendendo'

Sylvia Colombo
Santa Fé (Argentina)

O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, trouxe à Cúpula do Mercosul, realizada em Santa Fé, na Argentina, seu filho Jair Renan Bolsonaro, 21.

Com corte de cabelo moderno, raspado nas laterais, Jair Renan cumprimentou as autoridades que foram receber a comitiva brasileira, mas não participou da reunião dos presidentes.

Jair Renan sentado no plenário da camara
Jair Renan participa de sessão solene do Congresso Nacional em homenagem aos 30 anos da Promulgação da Constituição Federal de 1988, em novembro do ano passado - Pedro Ladeira - 11.jun.2018/Folhapress

Após a plenária, quando Bolsonaro se aproximou dos jornalistas para ser entrevistado, um dos repórteres perguntou se o filho que o acompanhava também seria um embaixador. Bolsonaro respondeu rindo: "Não. Este aqui está só aprendendo".

Jair Renan, conhecido como 04 ou "Bolsokid", era até hoje o filho menos conhecido do presidente. 

Estudante de direito, ele ganhou mais destaque na mídia quando se tornou público que o suspeito de assassinar Marielle Franco morava no mesmo condomínio do presidente, no Rio de Janeiro.

Na época, circulou uma versão de que Jair Renan teria namorado a filha do suspeito. Algo que depois o próprio Bolsonaro negaria, citando uma conversa com 04: "Papai, namorei todo mundo no condomínio, não lembro dessa menina".

Antes desta viagem à Argentina, Jair Renan tinha acompanhado o presidente na visita a Neymar, após o jogador se machucar e ser cortado da Copa América, ocasião em que tirou fotos com o jogador de futebol.

O filho mais novo do presidente é fanático por videogames e grava vídeos no YouTube, alguns em apoio ao pai, principalmente durante a campanha, outros sobre jogos.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.