Facebook esvazia quatro prédios após possível exposição a substância tóxica

Duas pessoas podem ter sido expostas a sarin em central de correspondência da gigante tech

San Francisco | Reuters

Duas pessoas podem ter sido expostas à substância tóxica sarin no centro de correspondências do Facebook no Vale do Silício, afirmou nesta segunda-feira (1º) o corpo de bombeiros local. Quatro prédios da empresa foram esvaziados.

"Temos duas possíveis pessoas expostas, mas elas não estão exibindo nenhum sinal ou sintoma", afirmou Jon Johnston, do corpo de bombeiros de Menlo Park, na Califórnia, onde fica a sede da empresa.

"A central testa todos os pacotes que chegam e eles tiveram um teste positivo [para sarin], então adotaram o protocolo padrão. Agora estamos esperando para verificar se é verdade ou não", acrescentou. 

Segundo o porta-voz do Facebook, Anthony Harrison, as autoridades ainda estão trabalhando para identificar a substância.

"Três dos prédios esvaziados já foram liberados", afirmou.

Agentes do escritório do FBI em San Francisco foram deslocados para a região. 

O gás sarin, uma substância altamente tóxica que afeta o sistema nervoso, já foi usado como arma química. 

Outdoor do Facebook em Menlo Park, na Califórnia - Josh Edelson - 4.nov.16/AFP
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.