Ao menos 27 pessoas morrem em acidente de avião no Congo

Aeronave caiu em Goma pouco depois da decolagem

Goma (República Democrática do Congo) | Reuters

Ao menos 27 pessoas morreram neste domingo (24) após a queda de um avião de pequeno porte em Goma, na República Democrática do Congo.

A aeronave caiu em um bairro densamente povoado na cidade, segundo um legislador e a equipe de resgate locais. 

Equipes de resgate e observadores se reúnem em meio aos destroços da aeronave - Fiston Mahamba/Reuters

O avião era operado pela empresa local Busy Bee e caiu pouco depois da decolagem a caminho de Beni, a cerca de 250 km ao norte, informou em comunicado o gabinete do governador do Norte de Kivu, Carly Nzanzu Kasivita.

Segundo a companhia, o Dornier 228-200, de 19 lugares, tinha 16 passageiros e dois tripulantes a bordo.

Joseph Makundi, coordenador dos serviços de resgate em Goma, disse que 27 corpos foram recuperados dos escombros, inclusive de pessoas atingidas pelos destroços. ​

Moradores jogaram água de baldes e panelas nos destroços no local do acidente. 

Uma testemunha no local disse que duas pessoas —uma que estava a bordo do avião e uma criança em um prédio atingido pelos destroços— foram resgatadas antes que a aeronave explodisse após cair.

A polícia prendeu um homem por roubar dinheiro dos escombros e disparou tiros de advertência para dispersar as pessoas que começaram a saquear, afirmou a testemunha. 

Os acidentes aéreos são relativamente frequentes no Congo devido a padrões de segurança frouxos e pouca manutenção. Todas as transportadoras comerciais congolesas, incluindo a Busy Bee, estão proibidas de operar na União Europeia.

Um avião de carga partindo do mesmo aeroporto e carregando funcionários do presidente Felix Tshisekedi caiu uma hora após a decolagem no mês passado, matando as oito pessoas a bordo. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.