Embaixador da China em Israel é encontrado morto em Tel Aviv

Segundo o jornal The Jerusalem Post, não há evidências de que causa do óbito não tenha sido natural

Jerusalém | AFP

O embaixador da China em Israel, Du Wei, foi encontrado morto neste domingo (17) em sua residência no subúrbio de Herzliya, em Tel Aviv.

A polícia israelense abriu uma investigação, disse à agência AFP uma fonte local que pediu para não ser identificada, acrescentando que as causas da morte ainda são desconhecidas.

Segundo o jornal The Jerusalem Post, não há evidências de que a causa da morte não tenha sido natural.

O embaixador Du Wei durante encontro com a imprensa em Kiev
O embaixador Du Wei durante encontro com a imprensa em Kiev - Valentyn Ogirenko - 30.ago.19/Reuters

Du, 57, foi embaixador na Ucrânia antes de assumir o cargo de principal representante diplomático da China em Israel.

Ele chegou ao país em fevereiro, quando a pandemia de coronavírus estava no auge na China e num momento em que Israel implementava restrições de viagens a países afetados pelo surto.

Nem a embaixada chinesa em Israel nem o Ministério das Relações Exteriores em Pequim comentaram a morte.

A morte de Du ocorre menos de uma semana após a visita a Jerusalém do secretário de Estado americano, Mike Pompeo, que criticou abertamente a China em relação às ações tomadas pelo país durante a pandemia de coronavírus.

Washington acusa Pequim de ocultar informações sobre a pandemia e até de tentar "hackear" a pesquisa americana por uma vacina contra a Covid-19.

Pompeo também pediu a líderes de Israel —aliado dos EUA— que limitem os investimentos chineses em setores estratégicos de infraestrutura e comunicação.

Du era casado e tinha um filho. Ambos não estão em Israel.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.