Papa é constantemente monitorado por sinais de Covid-19, diz Vaticano

Preocupação com saúde do pontífice cresceu após encontro com cardeal contaminado

Roma | AFP

Após um encontro do papa Francisco, 83, com o cardeal filipino Luis Antonio Tagle, contaminado pelo novo coronavírus, o secretário de Estado do Vaticano, Pietro Parolin, tranquilizou os fiéis nesta segunda (14) e afirmou que o pontífice é constantemente monitorado para checar sinais de Covid-19.

Tagle, 63, recebeu o diagnóstico de Covid-19 na quinta-feira (10), quando chegou a Manila, capital das FIlipinas, para o aniversário de sua mãe. Onze dias antes, o cardeal havia se encontrado com o papa em uma audiência privada, em 29 de agosto.

Segundo a agência de notíciais AFP, o pontífice costuma se reunir sem máscara com interlocutores que o visitam no palácio episcopal.

Papa Francisco tira a máscara antes de encontrar público em um pátio do palácio apostólico no Vaticano
Papa Francisco tira a máscara antes de encontrar público em um pátio do palácio apostólico no Vaticano - Vincenzo Pinto - 9.set.2020/AFP

Na quarta-feira (9), o papa apareceu pela primeira vez em público usando uma máscara de proteção —que ele, no entanto, tirou rapidamente antes de sair do carro que o transportava para cumprimentar o público ao ar livre, em um pátio do palácio apostólico.

Após seis meses com as tradicionais audiências às quartas gravadas ao vivo de sua biblioteca privada, o pontífice voltou em setembro a realizar o compromisso presencialmente, mas limitando a multidão a 500 pessoas. Na ocasião, Francisco alertou contra a exploração política do vírus.

"Alguns estão tirando vantagem da situação para fomentar divisões, criar vantanges econômicas e políticas e para iniciar ou intensificar conflitos", disse, sem especificar a quem se referia.

A Santa Sé já havia anunciado que Francisco foi submetido a exames de diagnóstico do coronavírus, depois que um religioso que vive na mesma residência do pontífice ser contaminado, em março.

Desde o início da pandemia, o papa parece pouco preocupado com a própria saúde, aparecendo sem máscara ao receber visitantes no Vaticano, apesar de ter reduzido o número de grupos dessas audiências.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.