Descrição de chapéu Café da Manhã

Podcast discute cortes em salários do funcionalismo durante a crise

Na esfera privada, mercado de trabalho foi fortemente atingido pela pandemia

São Paulo

Além do impacto na saúde, a pandemia do novo coronavírus também deixa consequências econômicas.

Sob o argumento de proteger empregos, o governo Bolsonaro enviou ao Congresso medida provisória que permitiu a empresas reduzirem salários em até 70% e suspenderem contratos de trabalho. A medida já atingiu mais de 9 milhões de trabalhadores.

O trabalho informal, que vinha sustentando a redução da taxa de desemprego antes da atual crise, entrou em colapso. Segundo o IBGE, das 4,9 milhões de vagas fechadas entre fevereiro e abril, período da pandemia, 3,7 milhões eram informais.

Com o mercado de trabalho sendo atingido em tantas frentes, surgem questionamentos sobre se haverá cortes no setor público, especialmente na elite do funcionalismo.

No Café da Manhã desta segunda-feira (8), o repórter e colunista da Folha Ranier Bragon explica o que pensam, e como têm silenciado, os integrantes dos altos escalões da República a respeito de sua própria cota de sacrifício nessa crise.

O programa de áudio é publicado no Spotify, serviço de streaming parceiro da Folha na iniciativa e que é especializado em música, podcast e vídeo. É possível ouvir o episódio clicando abaixo. Para acessar no aplicativo basta se cadastrar gratuitamente.

Ouça o episódio:

O Café da Manhã é publicado de segunda a sexta-feira, sempre no começo do dia. O episódio é conduzido pelos jornalistas Rodrigo Vizeu e Magê Flores, com produção de Jéssica Maes e edição de som de Renan Sukevicius.

Imagem de capa do podcast Café da Manhã, com o nome do programa escrito sobre vários recortes de jornais. Logos de de Spotify e Folha de S.Paulo podem ser vistas nos cantos
Podcast Café da Manhã - Reprodução
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.