Descrição de chapéu Café da Manhã stf

Estamos perdendo tempo ao debater obrigatoriedade, diz ex-chefe da vacinação nacional; ouça podcast

Bolsonaro diz que imunizante não será obrigatório, o que pode prejudicar uma futura campanha de vacinação

São Paulo

Mesmo sem a previsão de quando uma vacina contra o novo coronavírus estará disponível, o presidente Jair Bolsonaro têm repetido que a imunização não será obrigatória. Bolsonaro entrou em disputa com o governador de São Paulo, João Doria, que afirmou que a aplicação será obrigatória no estado.

A disputa chegou ao STF (Supremo Tribunal Federal). O presidente da corte, Luiz Fux, disse que vê com bons olhos a entrada da Justiça nessa questão. Já os outros ministros afirmam nos bastidores que são a favor da obrigatoriedade. Oito partidos moveram ações no STF buscando uma decisão. Nesta terça (27), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse que o Congresso e o governo precisam resolver o tema antes que o STF precise intervir.

O episódio desta quarta (28) do Café da Manhã conversa com a epidemiologista Carla Domingues, que até o ano passado coordenou o PNI (Programa Nacional de Imunizações) do Ministério da Saúde. Na avaliação dela, o debate sobre obrigatoriedade não faz sentido.

"A nossa legislação é muito robusta na definição de que a vacinação é obrigatória. Desde a lei que foi criada no PNI, em 1975, e, depois, o Estatuto da Criança e do Adolescente, as condicionalidades do Bolsa Família e, agora, o próprio enfrentamento da Covid-19, há na lei a obrigatoriedade", diz ela.

"Estamos perdendo um tempo enorme nessa discussão. O que nós precisamos é mostrar para a população que ela deve ser vacinada."

O programa de áudio é publicado no Spotify, serviço de streaming parceiro da Folha na iniciativa e que é especializado em música, podcast e vídeo. É possível ouvir o episódio clicando abaixo. Para acessar no aplicativo basta se cadastrar gratuitamente.

Ouça o episódio:

O Café da Manhã é publicado de segunda a sexta-feira, sempre no começo do dia. O episódio é apresentado pelos jornalistas Maurício Meireles, Magê Flores e Bruno Boghossian, com produção de Jéssica Maes, Laila Mouallem e Victor Lacombe. A edição de som é de Thomé Granemann.

Imagem de capa do podcast Café da Manhã, com o nome do programa escrito sobre vários recortes de jornais. Logos de de Spotify e Folha de S.Paulo podem ser vistas nos cantos
Podcast Café da Manhã - Reprodução

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.