Descrição de chapéu Café da Manhã senado

A disputa para permitir a reeleição de Maia e Alcolumbre no Congresso; ouça podcast

STF pode liberar mudança nas regras em julgamento previsto para começar nesta sexta (4)

São Paulo

De acordo com a Constituição, os presidentes das duas casas do Congresso não podem ser escolhidos para o cargo duas vezes seguidas. Em 1999, essa regra já tinha mudado para permitir a reeleição --mas desde que em legislaturas diferentes.

Por isso, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Davi Alcolumbre (DEM-AP) estão em princípio impedidos de disputar novos mandatos à frente da Câmara e do Senado em fevereiro. Mesmo assim, de forma aberta ou velada, os dois parlamentares realizam uma articulação pela mudança das regras do jogo. E o caso chegou ao STF (Supremo Tribunal Federal).

Em um julgamento previsto para começar nesta sexta (4), a Corte pode determinar se Maia e Alcolumbre podem ser reconduzidos ao cargo caso eleitos em fevereiro. A questão tem reflexos nos interesses do governo, que precisa do Legislativo para a aprovação de suas pautas.

Para entender essa disputa política e os caminhos que o STF pode seguir no julgamento, o Café da Manhã desta quinta (3) conversa com a Julia Chaib, repórter da sucursal de Brasília da Folha.

O programa de áudio é publicado no Spotify, serviço de streaming parceiro da Folha na iniciativa e que é especializado em música, podcast e vídeo. É possível ouvir o episódio clicando abaixo. Para acessar no aplicativo basta se cadastrar gratuitamente.

Ouça o episódio:

O Café da Manhã é publicado de segunda a sexta-feira, sempre no começo do dia. O episódio é apresentado pelos jornalistas Bruno Boghossian e Jéssica Maes, com produção de Andressa Motter, Laila Mouallem e Victor Lacombe. A edição de som é de Thomé Granemann.

Imagem de capa do podcast Café da Manhã, com o nome do programa escrito sobre vários recortes de jornais. Logos de de Spotify e Folha de S.Paulo podem ser vistas nos cantos
Podcast Café da Manhã - Reprodução

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.