Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
16/10/2012 - 04h00

SIP premia série de reportagens da Folha sobre documentos sigilosos

Publicidade

DE SÃO PAULO

A Folha recebeu ontem um dos prêmios anuais de Excelência Jornalística 2012, da SIP (Sociedade Interamericana de Imprensa), um dos mais importantes da América Latina.

A entrega ocorreu na 68ª Assembleia Geral da SIP, em São Paulo. O anúncio dos ganhadores havia sido feito em agosto.

O trabalho premiado na categoria Relações Interamericanas é a série de reportagens "Segredos do Itamaraty", publicada entre agosto e dezembro de 2011. Os autores são os jornalistas Rubens Valente, Fernanda Odilla e João Carlos Magalhães.

A série trouxe a público telegramas sigilosos da diplomacia do Brasil e revelou acusações de espionagem, violação de cartas e críticas do Itamaraty aos EUA.

Um comunicado da entidade classificou a série como "um exemplo de jornalismo investigativo que contribui para a transparência informativa e confirma a importância da imprensa no processo de fortalecimento da sociedade civil".

A série inaugurou o projeto Folha Transparência, conjunto de iniciativas do jornal para divulgar informações e documentos de interesse da sociedade.

Os jornais "O Estado de S. Paulo", "O Dia" e "NH" (de Novo Hamburgo, RS) também foram premiados, além de publicações de Argentina, Paraguai, Colômbia, Venezuela e Panamá, entre outros. São 12 categorias.

O Grande Prêmio SIP para a Liberdade de Imprensa foi dado a Cesar Ricaurte, fundador da Fundamedios, organização que monitora agressões à mídia e defende a liberdade de expressão e de imprensa no Equador.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página