Descrição de chapéu Folha Informações

Corrente sobre deputados que votaram a favor de Temer é parcialmente verdadeira

Apenas um nome da lista compartilhada por aplicativo está errado

Amanda Lemos
São Paulo

Leitores da Folha enviaram via WhatsApp corrente que lista os deputados mineiros que votaram pelo arquivamento da segunda denúncia contra Michel Temer.

“Vamos fazer circular esta lista para ninguém se esquecer quem não quer transparência”, diz. A mensagem se refere a votação pelo prosseguimento da denúncia contra o presidente Michel Temer, em 25 outubro de 2017, quando o presidente foi denunciado pelos crimes de organização criminosa e obstrução de justiça.

PARCIALMENTE VERDADEIRA

Corrente sobre deputados que votaram a favor de Temer é parcialmente verdadeira
Reprodução/WhatsApp

Dos 53 deputados de Minas Gerais, 32 votaram pela rejeição da denúncia, enquanto 19 votaram a favor, um se absteve e outro estava ausente. A mensagem traz Jaime Martins, do PSD, com voto a favor, no entanto, o deputado votou contra o arquivamento do processo.

Jaime Martins foi um dos 11 deputados que mudaram de opinião ao longo da votação. 

Por 251 votos a 233, a Câmara dos Deputados negou o prosseguimento do processo para o Supremo Tribunal Federal (STF). A denúncia incluía Eliseu Padilha, ministro da Casa Civil, e Moreira Franco, da Secretaria-Geral, acusados de organização criminosa.

A primeira denúncia, uma acusação de corrupção passiva, aconteceu em agosto de 2017, e foi derrubada por 263 votos a 227.

Se recebeu alguma informação que acreditar ser falsa, comunique o WhatsApp da Folha (0-xx-11 99490-1649). Pode ser áudio, vídeo, corrente, imagem ou notícia que circule pelo aplicativo ou por redes sociais, como Facebook, Instagram ou Twitter. O jornal fará uma seleção do conteúdo a ser checado e publicará o resultado desse trabalho.


MANUAL PARA NÃO PROPAGAR FAKE NEWS

Busque a fonte original

Faça uma busca na internet: muitos casos já foram desmentidos

Cheque a data: a “novidade” pode ser antiga

Leia a notícia inteira

Cheque o histórico de quem publicou

Se a notícia não tem fonte, não repasse

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.