Medicamentos biossimilares são tema de seminário online da Folha

Evento acontece quarta (21) e quinta-feira (22), a partir das 15h, com transmissão ao vivo

São Paulo

A Folha vai abordar a questão do acesso e da liberação de medicamentos biossimilares no Brasil em um seminário virtual que acontece na quarta (21) e quinta-feira (22), a partir das 15h.

Esses fármacos têm efeitos equivalentes aos remédios biológicos de referência e hoje são vistos como forma de facilitar o acesso a tratamentos para enfermidades como câncer e doenças autoimunes no Brasil e no mundo.

Ao contrário de países onde o investimento em biossimilares já é uma realidade, no Brasil os medicamentos hoje em circulação foram aprovados apenas nos últimos anos, especialmente em 2019 e 2020. Seu uso vem sendo incorporado de forma lenta no país.

Funcionário da fábrica da Libbs em Embu das Artes (SP) coloca células vivas na máquina usada durante a produção de biossimilares
Funcionário da fábrica da Libbs em Embu das Artes (SP) coloca células vivas na máquina usada durante a produção de biossimilares - Divulgação

​No debate de quarta-feira (21), que acontecerá das 15h às 16h15, serão discutidos os investimentos feitos em biossimilares no Brasil.

Já na quinta (22), serão duas mesas de debate, entre as 15h e as 17h. A primeira abordará a questão dos preços e do acesso aos medicamentos, a segunda falará sobre como os biossimilares podem ampliar os tratamentos de diferentes tipos de câncer e doenças autoimunes.

Todas as conversas serão mediadas pela jornalista Cláudia Colucci, repórter especial da Folha.

Para participar do evento, não é preciso fazer inscrição. O seminário será transmitido ao vivo na home e nas redes sociais do jornal. O público ainda poderá enviar perguntas aos participantes por WhatsApp no número (11) 99648-3478

*

Seminário Medicamentos Biossimilares

Dias 21 e 22 de outubro (quarta e quinta-feira)


Mesa 1: Os biossimilares e os investimentos no Brasil

Quando: Quarta-feira (21), às 15h
Convidados: Gustavo Mendes (gerente-geral de medicamentos e produtos biológicos da Anvisa), Mirna Oliveira (farmacêutica da SES/DF e ex-coordenadora do Complexo Industrial da Saúde do MS) e Valderílio Feijó Azevedo (chefe do serviço de reumatologia do Hospital das Clínicas da Universidade Federal do Paraná)


Mesa 2: A questão dos preços e do acesso aos medicamentos

Quando: Quinta-feira (22), às 15h
Convidados: Fabio Antoneli (diretor da unidade de negócio de especialidades da Sandoz), Gladis Lima (presidente da ONG Psoríase Brasil), Leandro Safatle (especialista em políticas públicas e gestão governamental da coordenação de prospecção da presidência da Fiocruz) e Rachel Riechelmann (chefe do departamento de oncologia clínica do AC Camargo Cancer Center)


Mesa 3: Biossimilares podem ampliar tratamentos de cânceres e doenças autoimunes, como artrite, psoríase, doenças degenerativas e doença de Chron

Quando: Quinta-feira (22), às 16h
Convidados: Franklin Pimentel (oncologista do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto), Rony Schaffel (professor da UFRJ, coordenador do transplante de medula óssea e investigador principal de estudo com biossimilares) e Rogério Saad (presidente do GEDIIB - Grupo de Estudos da Doença Inflamatória Intestinal do Brasil)

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.