Construtoras oferecem customização de apartamento do piso ao edredom

Comprador paga a partir de R$ 1.000 por metro quadrado a mais para receber o imóvel todo decorado

São Paulo
Apartamento tipo estúdio alugado pela construtora Vitacon por meio de sua plataforma Housi
Apartamento do VN Bela Cintra, da Vitacon, customizado pelo serviço Housi Decor - Alberto Rocha/Folhapress

Quem tem pressa de se mudar ou quer fugir de reformas pode pagar diretamente para a construtora entregar o imóvel realmente pronto para morar —e personalizado de acordo com o gosto do freguês

O serviço, que na maioria das vezes é feito durante a etapa final da construção do prédio, inclui desde modificação da planta até instalação de revestimentos, eletrodomésticos e peças de decoração. 

O administrador de empresas Marcus Cardoso, 48, contratou o Excluseven, da construtora Even, para os dois apartamentos que comprou recentemente. Um imóvel de 150 metros quadrados em que mora, no E-Vila Madalena, e um estúdio de 25 metros quadrados que aluga, no E-Side. 

“Optei por esse pacote completo para fugir do pedreiro. Já tive uma experiência anterior e foi muito ruim, com atraso e má qualidade do serviço”, afirma Cardoso. 

No imóvel maior, a construtora ficou responsável pela colocação de piso, bancadas, teto rebaixado com iluminação e som embutidos e toda a parte elétrica e hidráulica. O serviço custou R$ 1.380 por metro quadrado.

Já a obra no estúdio saiu por cerca de R$ 1.000 por metro quadrado e incluiu pintura, colocação de piso, instalação de parte elétrica e hidráulica, ar-condicionado e box. 

O administrador deixou tudo na mão da empresa e foi apenas no final da reforma para fazer a vistoria.

O Excluseven nasceu em 2002 como um serviço de alteração de plantas e revestimentos. Nos últimos cinco anos, foi ampliado para incluir metais, móveis, armários planejados, pintura, entre outros itens, explica Marcelo Dzik, diretor comercial e de clientes da Even. 

Segundo Dzik, a construtora oferece um preço cerca de 30% menor do que o de escritórios de arquitetura por negociar os produtos utilizados em grande volume. 

Quem assina com o Excluseven pode parcelar o valor ou embuti-lo no financiamento. E, como a personalização é feita durante o período de construção do prédio, o morador não tem que pagar condomínio enquanto espera a reforma, explica Dzik. 

Perspectiva ilustrada do apartamento entregue decorado e mobiliado no empreendimento Ventura, da Nortis, em Pinheiros
Ilustração do apartamento no empreendimento Ventura, da Nortis, em Pinheiros - Divulgação

A construtora Nortis também tem seu programa de customização, o N Opções. Nele, os clientes podem escolher entre diversas plantas, além de revestimentos, louças, metais e acabamentos. 

Para os empreendimentos compactos, há o kit N Studios, que inclui fechadura digital, armários, chuveiro, box, acessórios de banheiro, ar-condicionado e luminárias por valores a partir de R$ 35 mil.

“Ninguém quer ter trabalho com reforma. Oferecemos a facilidade e a garantia de todos os itens, sem desperdício de material, além de agregar valor ao imóvel”, diz Julia Olivieri, responsável pelo serviço. 

O engenheiro Ronaldo Santos, 48, gastou R$ 30 mil para a customização de cada um dos dois estúdios de 30 metros quadrados que comprou ainda na planta no empreendimento Vita Bom Retiro, da Vitacon, há dois anos.

Ele decidiu pelo serviço oferecido pela Housi Decor, braço da construtora, já quase na entrega. A obra foi feita em pouco mais de 40 dias e incluiu do revestimento no piso aos talheres na gaveta, segundo o engenheiro, que aluga as unidades. “O serviço não tem excessos, apenas o necessário para a locação”, diz Santos. 

O diretor de operações da Housi, Otto Borges, afirma que os imóveis podem ser reformados e decorados por R$ 1.400 por metro quadrado. O valor inclui mais de 50 itens domésticos, entre eles lençol e edredom. Os móveis são desenhados para a otimização do espaço, crucial em apartamentos diminutos.

Já a construtora MAC oferece personalização dos imóveis no programa MAC Decora desde 2017. A diretora de incorporação da empresa, Andréa Possi, conta que o projeto surgiu da necessidade de seus compradores investidores. 

“Quem compra um estúdio para locação não quer ter preocupações com os detalhes de acabamento, que vão desde receber o marceneiro até se envolver com o corte do tampo do granito para instalar o fogão”, afirma.

Dependendo do pacote escolhido, os projetos podem incluir acabamentos, móveis, eletrodomésticos e até enxoval. O serviço é feito após a entrega das chaves e costuma levar três meses. 

Para Susana Damy, arquiteta e especialista em decoração de casas para locação e venda, é preciso tomar cuidado com a personalização. 

“No caso de imóveis para locação, deve-se fazer um projeto neutro porque não se sabe quem vai morar. Evite itens que podem tornar o imóvel muito pessoal e mais difícil de comercializar.”

A arquiteta indica cores calmas na escolha das tintas das paredes e acabamentos atemporais e sem detalhes. E nada de investir em tendências de decoração —que dali a dois anos podem estar em baixa e até mesmo desvalorizar o apartamento.

VENTURA

Onde: rua Maria Carolina, 692, Pinheiros

Área útil: 120 m²

Valor: R$ 1,68 milhão

Construtora: Nortis

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.