Ilusão de ótica é tendência em revestimentos para a casa

Materiais que imitam pedra e paredes com efeito 3D são destaque de feira em SP

São Paulo

Revestimentos com alto relevo e formas angulares, louças com acabamento fosco e materiais que simulam madeira e pedras dominaram as novidades do setor na 18ª Expo Revestir, realizada no Transamérica Expo Center, em São Paulo.

Entre 10 e 13 de março, mais de 200 fabricantes exibiram seus lançamentos para um público de 62 mil profissionais das áreas de construção, arquitetura e design de interiores, que conheceram as principais tendências para o setor.

A tecnologia foi a tônica do evento. O público teve acesso ao aplicativo de realidade aumentada CoverMat, da CreativeDrive, que permite ao fabricante mostrar ao consumidor como pisos e revestimentos ficarão no ambiente.

Também chamou atenção a bacia sanitária eletrônica In-Wash, com função de bidê, da Roca Brasil Cerámica. Por controle remoto, é possível ajustar temperatura, pressão e posição da água. Além disso, tem um sensor de presença que aciona a luz noturna.

Confira outras tendências que vão pautar os projetos de arquitetura e design de interiores a partir de agora:

PARECE, MAS NÃO É
Uma cerâmica com aparência de mármore, da linha Soft, da Savane, obtida por meio de impressão HD, reproduz os relevos do material natural à perfeição, mas custa 10% do valor da pedra autêntica. Economia também é a promessa do deque da Madeiras Ecológicas, com 35% de polietileno na composição, e do revestimento vinílico para teto da Araforros, que parece madeira.

ALTO-RELEVO
Cerâmicas tridimensionais para parede, cuja volumetria realça desenhos geométricos e ondulações, são tendência em marcas como Incepa, Portobello e Incefra. A linha Braille, da Solarium, com peças de alturas diferentes que dão efeito 3D, tem assinatura dos arquitetos Arthur Casas, Rodrigo Ohtake e Vivian Coser. “Revestimentos tridimensionais são indicados para paredes internas e externas, formando painéis em qualquer ambiente”, opina a arquiteta Pati Cillo.

ARCO-ÍRIS
Se depender da indústria de revestimentos, as casas serão cada vez mais coloridas. Pisos vinílicos estampados com grafismos (Tarkett) e azulejos com estampa retrô inspirada na mata atlântica (Lurca) foram destaque. Também para as paredes, foram lançados os ladrilhos hidráulicos leves e extrafinos da Adamá, ideais para revestimento de paredes, e a linha de cerâmicas sextavadas coloridas Polygon, da Castelatto, que podem ser combinadas com peças douradas.

METAIS DIFERENTÕES
O preto fosco, que tomou conta das louças sanitárias, também chegou às torneiras. É o caso da DocolGiro, com design do arquiteto Gui Mattos. A peça, que parece um bloco maciço de formato retangular, foi premiada pelo Good Design Award 2019. A Lorenzetti apostou no metal que mistura rosa envelhecido e cobre, enquanto a Deca apresentou a bica longa com filtro Twin, na cor Red Gold, dourado de tonalidade bem avermelhada.

MADEIRA RETRÔ
Os móveis clássicos de madeira escura, sucesso dos anos 1970, estão de volta em nova roupagem. Durafloor e Guararapes criaram painéis para revestimento no padrão pau-ferro, com veios bem evidentes. “Eles aquecem a decoração, mas é preciso cuidado nos ambientes pequenos, que podem ficar escuros. Nesse caso, sugiro limitá-los à mobília”, diz a designer Giseli Koraicho. Já a Santa Luzia trouxe de volta o velho lambri, agora na forma de painéis ripados de pinus e cumaru.

EQUIPAMENTOS TECNOLÓGICOS
A proposta das coifas Dritta Split e Incasso Split, da Tramontina, é trabalhar em silêncio: a marca afirma que o ruído foi reduzido em até 71%. No estande da Hydra, uma das novidades foi a torneira eletrônica com purificador Puravitta —além de permitir a personalização da temperatura da água com controle digital, a peça elimina 75% do cloro e remove resíduos como areia e ferrugem, sem eliminar o flúor e os sais minerais, segundo o fabricante.

CUSTOMIZAÇÃO
A Sofistiq Digital Design lançou no Brasil um método de impressão que permite estampar superfícies planas, como cerâmicas, MDF e vidro, com qualquer desenho ou foto. Os vidros laminados Corstone, da Weiku, também podem reproduzir a imagem que a pessoa quiser. “Você cria um ambiente com a sua cara, que ninguém tem igual. Basta escolher um desenho, ou fazer um, e imprimi-lo na parede, em uma frente de armário ou no piso. É o dono da casa que cria a tendência”, diz a arquiteta Karina Korn.

LOUÇAS FOSCAS
O acabamento sem brilho é a novidade da vez nas louças sanitárias. Incepa e Roca Brasil Cerámica apresentaram cubas e bacias sanitárias foscas em diversas tonalidades clássicas, como preto, café, cinza, branco e até cor-de-rosa. “É uma textura fora do comum, que traz modernidade e combina com tudo, até com os azulejos mais comuns. Para criar um lavabo ousado, basta complementar com pintura”, sugere a arquiteta Isadora Araujo, do Panapaná Estúdio de Projetos.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.