Descrição de chapéu Moda Praia

Ponta do Corumbau é ilha de calmaria no sul do litoral baiano

Praia tem faixa de areia que corre por dentro do oceano e chega a 2 km na maré baixa

Roberto de OIiveira

A pouco mais de um mês do Carnaval, aqui vai um aviso: o destino desta semana não tem axé nem rebolado. Barulhinho bom só o do movimento das ondas. Vamos falar de um espaço perfeito para se jogar numa rede e ver o tempo passar de frente para uma das praias mais belas do país: a Ponta do Corumbau.

Quando a maré baixa, é hora de deixar a preguiça de lado e seguir para a praia, em direção a uma faixa de areia que corre por dentro do oceano. Esse corredor de areia divide o mar em duas paisagens: de um lado, a calmaria de um piscinão de águas cristalinas e esverdeadas; do outro, onde desemboca o rio Corumbau, a agitação furiosa de ondas de coloração azulada.

A faixa de areia pode variar de 500 m a 2 km de extensão. Quando a maré sobe, a ponta desaparece, encoberta pelas ondas. Reaparece na maré baixa seguinte —portanto, acompanhar a tábua das marés é prioritário nessa viagem.

Ponta de areira que invade o mar, com águas verdes e cristalinas
Faixa de areia que divide o mar em Ponta do Corumbau, no extremo sul da Bahia - Getty Images/iStockphoto

Mesmo durante a alta temporada de verão, Ponta do Corumbau é uma praia tranquila, embalada por uma atmosfera de vila de pescadores cercada pela exuberância da natureza. O lugar é agradável praticamente o ano todo —em abril e maio costuma haver chuvas na região.

Algumas opções de pousadas, luxuosas/sustentáveis/despojadas, ocupam áreas de antigas fazendas de coco e cacau, desenhando uma sintonia perfeita com o ambiente.

O próprio nome ajuda a entender a área: Corumbau significa “longe de tudo” em tupi. Sabe-se que chegar ao paraíso não é tarefa das mais fáceis. No mapa, a cidade fica no norte do município de Prado, um pouco abaixo de Porto Seguro, na chamada Costa do Descobrimento, uma das regiões mais belas da Bahia, quiçá do país.

Para alcançar esse ponto extremo do sul baiano, uma opção é ir de barco, de Cumuruxatiba ou Caraíva (tem gente que faz o passeio bate e volta, uma injustiça em se tratando da Ponta do Corumbau). 

De Prado ou Porto Seguro, o meio mais usado é o automóvel, tração 4x4, por uma estrada de terra geralmente repleta de buracos. Convenhamos: uma boa maneira de manter Ponta do Corumbau ainda preservada.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.