Descrição de chapéu Álbum de viagem

Ensaio mostra cidades vazias bem antes da quarentena

Fotógrago alemão capturou ambientes urbanos sem ninguém durante quase 10 anos

São Paulo

O fotógrafo alemão radicado nos EUA Mat Hennek, 50, captura cenários urbanos vazios há quase uma década, muito antes de qualquer sinal da quarentena imposta para impedir o avanço do novo coronavírus.

Depois de fotografar celebridades por cerca de 20 anos, ele se cansou de tirar fotos de pessoas. “E aí fiquei viciado nisso. Gosto desse tipo de imagem porque cada um pode pensar em uma história diferente para os cenários vazios. Acho poético”, diz.

Ele nunca editou nenhuma foto. Para isso, algumas vezes teve de esperar duas horas para conseguir poucos segundos de um cenário sem seres humanos e fazer o clique. Outras vezes, encontrou lugares vazios a apenas dois quarteirões de áreas lotadas.

Hennek apresentou no início de março o livro “Silent Cities”, um compilado com 80 dessas capturas.
Para ele, o lançamento ter ocorrido poucos dias antes de parte do mundo entrar em quarentena foi uma “coincidência profética”.

Agora, ele diz que está aproveitando para tirar fotos de lugares perto de sua casa, na Califórnia —sempre sozinho e tomando os cuidados necessários contra a Covid-19.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.