'Cidade das Bruxas' pede que turistas a evitem no Halloween

Salem, nos arredores de Boston, teme disseminação do novo coronavírus com aglomerações

São Paulo

 A cidade de Salem, em Massachusetts, nos EUA, fez um apelo para que turistas não façam visitas no Dia das Bruxas deste ano, celebrado no sábado (31), para evitar aglomerações e propagação do novo coronavírus.

O subúrbio de Boston tem o Halloween mais famoso dos EUA e atrai 500 mil pessoas por ano na data. Isso porque, em 1692, 200 de seus moradores foram acusados de bruxaria e 20 foram executados.

Pessoas fantasiadas para o Dia das Bruxas atravessam a rua junto com moradores de Salem, em Massachusetts, nos EUA
Pessoas fantasiadas para o Dia das Bruxas atravessam a rua junto com moradores de Salem, em Massachusetts, nos EUA - Boston Globe via Getty Images

Salem cancelou seus eventos oficiais para a época, chamados Haunted Happenings (acontecimentos assombrados). Foram anunciadas também restrições ao comércio.

Visitantes, porém, começaram a chegar ao município nos últimos dias. “Se você está pensando em vir, minha recomendação é que você adie a viagem. Ainda não podemos permitir que as pessoas sigam se aglomerando”, disse Kimberly Driscoll, prefeita.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.