Painel

Editado por Guilherme Seto (interino), espaço traz notícias e bastidores da política. Com Catarina Scortecci e Danielle Brant

Salvar artigos

Recurso exclusivo para assinantes

assine ou faça login

Painel

Fora do ministério, PV discute não aderir à base de Lula no Congresso

Partido faz parte da federação com PT e pode dificultar negociações para eleições municipais em 2024

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Brasília

Preterido na Esplanada dos Ministérios, o PV debateu nesta quarta-feira (28) não aderir à base de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), caso não tenha seus pedidos atendidos.

Inicialmente, o partido havia solicitado os Ministério do Esporte, Cultura ou Meio Ambiente, mas a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, havia sinalizado com o da Pesca.

Na segunda-feira (26), no entanto, Gleisi avisou o presidente do PV, José Luiz Penna, que não haveria espaço para o aliado. A forma como o recado foi dado gerou insatisfação.

Jose Luiz Penna, presidente nacional do PV. (Foto: Marcus Leoni/Folhapress MONICA BERGAMO) - Folhapress

Nesta quarta, foi apresentada uma lista do que poderia atendê-los. O PV pede o comando do FNDE ou da Codevasf e um cargo na Mesa Diretora da Câmara. Alternativamente, aceitaria também o comando de duas autarquias menores.

Caso os pedidos não sejam atendidos, a bancada defende que o partido, mesmo fazendo parte da mesma federação, não entre na base de Lula. Como cabe ao PV a presidência da estrutura partidária a partir de 2024, isso pode gerar uma situação complicada para as eleições municipais.

O PT ficou de dar uma resposta até esta quinta-feira (28), antes do anúncio do restante dos ministérios.

LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.