Painel

Editado por Fábio Zanini, espaço traz notícias e bastidores da política. Com Guilherme Seto e Danielle Brant

Salvar artigos

Recurso exclusivo para assinantes

assine ou faça login

Painel
Descrição de chapéu Chuvas no Sul Governo Lula

Entidades do RS relatam a ministra abusos contra meninas e mulheres em abrigos

Cida Gonçalves faz reunião com representantes do Conselho Estadual de Mulheres do estado e organiza medidas para ajudar Rio Grande do Sul

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Brasília

Em reunião com representantes do Conselho Estadual de Mulheres do Rio Grande do Sul, a ministra Cida Gonçalves (Mulheres) ouviu relatos de abusos contra meninas e mulheres nos abrigos que recebem os afetados pelas enchentes no estado.

A conversa online reuniu cerca de 40 pessoas, entre representantes de movimentos como CNDM (Conselho Nacional dos Direitos da Mulher), MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra) e Rede Nacional de Mulheres Negras no Combate à Violência, além de parlamentares.

Equipe de resgate ajuda afetados pelas enchentes em Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul
Equipe de resgate ajuda afetados pelas enchentes em Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul - Claudia Martini/Xinhua

Além dos relatos de abusos, a ministra ouviu queixas de que não há onde fazer essas denúncias. Os participantes também pediram abrigos e banheiros exclusivos para mulheres e doações de itens de higiene, absorventes, toalhas, roupas de cama, alimentos não perecíveis e colchões.

Na reunião, os representantes cobraram enfoque de gênero nos protocolos de resgate em momentos de crise e também solicitaram que os recursos enviados ao estado tenham esse recorte.

A ministra disse que vai organizar uma ida de imediato do ministério ao Rio Grande do Sul e uma visita aos abrigos. Nesta quarta-feira (8), fará uma reunião com sua equipe para pensar num grupo de pessoas que ajude no local nas demandas e trabalhe no protocolo com recorte de gênero.

Também afirmou que vai estudar a viabilidade de abrigos específicos para mulheres e, caso isso não seja possível, sinalizou que pretende identificar formas de levar segurança a mulheres e meninas, para que não tenham seus direitos violados.

Na quinta-feira (9), haverá uma reunião com as secretarias estaduais que discutirá a situação no Rio Grande do Sul. A ideia é propor uma operação conjunta para ajudar o estado.

LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.