Quatro motoristas de aplicativo são assassinados na Bahia

Secretaria de Segurança diz que um dos suspeitos do crime morreu em confronto com a PM

Rio de Janeiro

Quatro motoristas de aplicativos foram encontrados mortos na manhã desta sexta-feira (13), no bairro de Mata Escura, na periferia de Salvador (BA).

Os corpos de Alison Damascena dos Santos, 27, Sávio da Silva Dias, 23, Daniel Santos da Silva, 31, e Genivaldo da Silva Félix, 48, foram encontrados por policiais militares. A PM foi avisada sobre o crime por um quinto motorista que também foi rendido, mas que conseguiu fugir dos criminosos.

Local em que os motoristas de aplicativos foram encontrados mortos na periferia de Salvador
Local em que os motoristas de aplicativos foram encontrados mortos na periferia de Salvador - Reprodução/TV Globo

A Polícia Civil informou que equipes da DHM (Delegacia de Homicídios Múltiplos) e do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa) estão investigando o crime. Questionada, não respondeu sobre os indícios de autoria ou sobre a motivação dos assassinatos.

Em nota, a secretaria de Segurança do Estado disse que um dos suspeitos de participação no quádruplo homicídio morreu em confronto com a Polícia Militar ainda na sexta-feira, em Itinga, na região metropolitana de Salvador.

Segundo o comandante da 81ª Companhia Independente da Polícia Militar, major Sérgio Dias, os agentes estavam em alerta porque existiam informações sobre a fuga de um dos envolvidos para a região. "Os policiais aguardavam a chegada de um guincho para a remoção de um veículo com restrição de roubo, quando outro carro, com três homens, chegou e encontrou a guarnição. Eles já desceram do segundo carro atirando", afirmou.

De acordo com a polícia, um dos homens fugiu e os outros dois foram atingidos e morreram, sendo um deles o suspeito de ter participado do assassinato dos motoristas.

 O diretor do DHPP, delegado José Bezerra, afirmou que o suspeito não foi identificado porque estava sem documentação, mas que "tudo indica" que fazia parte da quadrilha responsável pelas mortes.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.