Descrição de chapéu Chuvas

Tempestades de verão vão persistir nos próximos dias em SP; saiba o que fazer

Chegada de frente fria deve causar novos temporais no final de semana na capital

São Paulo

Preparem o guarda-chuva. Mais temporais são aguardados nos próximos dias na capital paulista e em grande parte do estado de São Paulo.

As típicas chuvas de verão continuarão aparecendo sempre aos finais das tardes ao longo da estação. E serão fortes, volumosas, com raios e ventanias.

Elas são formadas quando o tempo fica abafado pelo intenso calor e muita umidade. Nessas condições, as tempestades causam muitos estragos.

Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), a intensidade das próximas chuvas deverá ser a mesma da que atingiu a capital paulista nesta quarta-feira (8).

Choveu na cidade 60,2 milímetros —o maior volume de chuva desta quarta em todo o estado, de acordo com o Inmet.

Carro é engolido por cratera formada na rua Carlos Comenale, na região da Av. Paulista, no acesso para a Avenida Nove de Julho após chuva
Carro é engolido por cratera formada na rua Carlos Comenale, na região da Av. Paulista, no acesso para a Avenida Nove de Julho após chuva - Divulgação/Rádio Trânsito FM

Nesse patamar, o volume de chuva acumulado alcançou 159,8 milímetros, pouco mais da metade da média histórica para o mês de janeiro, que é de 264 milímetros.

Por consequência da tempestade, uma mulher de 34 anos morreu no interior de uma empresa em Ferraz de Vasconcelos (Grande SP) após um rio transbordar nas proximidades.

Na região central da capital, um morador de rua de 21 anos morreu eletrocutado ao encostar num poste no momento em que tentava se proteger da chuva.

Casas, ruas e avenidas ficaram alagadas —toda a cidade ficou em estado de atenção para alagamentos; 89 árvores caíram, 36 desabamentos e 118 casos de enchentes e inundações também foram registrados pelo Corpo de Bombeiros na Grande São Paulo.

Entre esta quinta-feira (9) e o próximo sábado (11), as tempestades de verão continuarão sendo formadas pelo tempo abafado, diz o meteorologista Marcelo Schneider, do Inmet.

Cidades localizadas no leste, no norte e no nordeste do estado serão bastante afetadas pelos temporais passageiros do verão.

Mas no final de semana, diz Schneider, as chuvas serão provocadas por outro fenômeno climático: a frente fria. “Ela vai entrar no país pela região Sul e se deslocará pelo sudeste derrubando um pouco as temperaturas”.

As mínimas ficarão entre 19ºC e 20ºC, e as temperaturas máximas na casa dos 25ºC na capital paulista.


SAIBA O QUE FAZER

ANTES DAS CHUVAS

• Acompanhe os boletins meteorológicos pelos órgãos da imprensa;

•  Mantenha limpos os ralos, esgotos, bueiros e valas;

•  Realize a limpeza do telhado, das calhas (acúmulo de folhas) e verifique a existência de buracos;

• Não jogue lixo ou entulho em lotes baldios, bueiros, quintais, nos córregos e na rua;

• Reforce muros e paredes que tenham perigo de cair;

• Verifique as instalações elétricas,

• Desligue e desconecte os aparelhos elétricos, quando perceber chuvas fortes acompanhadas de raios;

• Coloque em lugar alto, móveis e outros pertences, caso sua moradia esteja localizada em área de risco ou em locais sujeitos a alagamentos;

• Saiba onde existe um lugar seguro, para um caso de emergência;

• Nunca deixe crianças sozinhas.

DURANTE AS CHUVAS

• Evite sair de seu local durante as chuvas, aguarde a intensidade diminuir ou a chuva acabar;

• Mantenha-se atento aos níveis da água, procure um lugar seguro ao sinal de qualquer aumento;

• Mantenha as portas e janelas da casa fechadas, para evitar entrada de ventos fortes e animais indesejados;

• Não deixe as crianças brincarem na chuva ou em enxurradas, há risco de doenças e acidentes;

• Não se proteja embaixo de árvores, pois elas cair e atrair raios;

• Se for levado pelas águas procure se agarrar em algo que flutue;

• Não se arrisque em atravessar a pé ou com veículos as ruas e áreas alagadas;

• Se sua casa estiver em risco de alagamento ou desabamento, chame imediatamente o Corpo de Bombeiros (193) e a Defesa Civil (199)

DEPOIS DAS CHUVAS

• Verifique as instalações elétricas antes de ligá-las;

•  Cuidado com a água que for beber, ela pode estar contaminada;

•  Cuidado com os alimentos, eles podem ter sido contaminados ao contato com a água;

•  Não utilize água de poço (cisterna) antes de ser tratada pela Vigilância Sanitária;

•  Faça uma revisão de possíveis danos em sua moradia (paredes, telhados…);

•  Cuidado com animais indesejados (aranhas, cobras e ratos em casa);

• Em caso de febre, vômitos, diarreias e dores de cabeça ou no corpo, procure um posto de saúde.

Fonte: Corpo de Bombeiros

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.