Descrição de chapéu Coronavírus

Em live e sem público, rodeio de Barretos vai dar prêmio de R$ 340 mil

Festa foi adiada para outubro, mas eventos online neste mês pagarão valor recorde ao campeão

Ribeirão Preto

A Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos, que começaria nesta quinta-feira (20), foi adiada para outubro devido à pandemia do novo coronavírus, mas a data em que tradicionalmente ela ocorre anualmente será marcada por algo inusitado: um rodeio em live, sem público e com premiação recorde ao campeão de montarias em touros.

Será entregue ao vencedor da disputa uma camionete avaliada em R$ 340 mil, maior valor nominal de prêmio já entregue no principal evento do gênero no país.

Devido à pandemia, a festa, que ocorreria entre esta quinta e o dia 30, foi transferida para o período de 28 de outubro a 2 de novembro na cidade do interior paulista. Todos os eventos do tipo, muitas vezes a principal atração do calendário anual em cidades pequenas, foram adiados ou cancelados.

A chamada Barretos Para Sempre vai ter montarias de 35 peões em touros e cavalos nos dias 29 e 30, datas em que, na programação original, aconteceriam as semifinais e finais do Barretos International Rodeo.

As montarias acontecerão no estádio de rodeios do Parque do Peão, espaço projetado pelo arquiteto Oscar Nieyemer (1907-2012) e que comporta 35 mil pessoas sentadas, mas estará completamente vazio. O evento reúne entre 900 mil e 1 milhão de visitantes anualmente, incluindo os quatro palcos de shows, feira comercial e acampamentos.

O vencedor das montarias em touros levará para casa uma camionete Ram 2500 4x4, avaliada em R$ 340 mil, enquanto o campeão na prova de cavalos receberá R$ 20 mil.

Na edição de 2019, o peão de Goiás Daniel Batista de Lima, campeão do rodeio internacional, também recebeu como prêmio uma camionete, no valor de R$ 280 mil.

O peão Daniel Batista de Lima, 20, em montaria que valeu o título de campeão do Barretos International Rodeo
O peão Daniel Batista de Lima, 20, em montaria que valeu o título de campeão do Barretos International Rodeo em 2019 - André Monteiro/Divulgação

Jeronimo Luiz Muzetti, presidente de Os Independentes, organizadora do evento desde 1956, disse que o rodeio sem público e com transmissão em live é uma forma de manter as atividades que ocorreriam neste mês.

Segundo a organização, os protocolos para evitar a disseminação da Covid-19 serão seguidos, como uso de máscara, disponibilização de álcool em gel 70% para os presentes e distanciamento de ao menos 2 metros entre todos.

Os peões foram selecionados a partir do ranking da CNAR (Confederação Nacional de Rodeio) e de campeonatos como a LNR (Liga Nacional de Rodeios) e a ACR (Associação de Campeões de Rodeio), nas etapas realizadas até março, quando as competições foram suspensas devido à adoção da quarentena. Também foram convidados competidores internacionais.

A transmissão será feita pelo canal da festa no YouTube, dia 29 (sábado), às 18h, e dia 30, às 17h.

Além das montarias, haverá show de Gusttavo Lima no dia 29, com participação de Rionegro & Solimões, Matogrosso & Mathias, Edson & Hudson e Felipe Araújo.

O anúncio do adiamento da festa de Barretos foi feito em maio, também durante uma live. Com a pandemia, ela não só foi transferida como encurtada. Em vez dos habituais 11 dias, terá apenas seis neste ano.

Para as ONGs ligadas à proteção animal, os eventos do gênero não deveriam existir por deixarem cavalos e touros expostos a som muito alto, pela longa espera para as montarias e também pelos currais considerados inadequados. Elas condenam ainda o uso do sedém —uma cinta de lã, que passa pela virilha dos animais, usada nos rodeios.​ A organização nega maus-tratos.

A programação inclui ainda shows de Alexandre Pires, Bruno & Marrone, Jorge & Mateus, Marília Mendonça, Pedro Sampaio, Zé Neto & Cristiano e Cesar Menotti & Fabiano.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.