Descrição de chapéu Obituário Cid Barbosa Lima (1918 - 2020)

Mortes: Dos feitos, destacou-se pela serenidade ao conduzir a vida

Cid Barbosa Lima projetou os viadutos da via Anchieta

São Paulo

Cid Barbosa Lima teve feitos importantes nos campos pessoal e profissional.

Paulistano, quarto de seis filhos do produtor rural Landulpho Barbosa Lima e da professora Emília Barbosa Lima, Cid cursou engenharia civil na Escola Politécnica da USP e começou a carreira dedicando-se à educação, assim como sua mãe.

Durante 15 anos, lecionou matemática na rede privada de ensino. No período, conheceu a esposa Consuelo Pedrosa. Do casamento, nasceu um filho.

Cid Barbosa Lima (1918-2020) com a neta Tatiana Amendola
Cid Barbosa Lima (1918-2020) com a neta Tatiana Amendola - Arquivo pessoal

A carreira no ensino terminou quando Cid entrou no DER (Departamento de Estradas de Rodagem), onde atuou por mais de 40 anos.

No órgão, projetou os viadutos da via Anchieta e implementou a terceira faixa nas rodovias. Também a serviço do DER sobreviveu à queda de um andaime a 12 metros de altura.

Cid também foi chefe de gabinete da Secretaria de Transportes do Estado de São Paulo quando o engenheiro Figueiredo Ferraz era o secretário.

A crença e luta pela justiça social o fez militar pela causa. Atuou na Ação de Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida, do sociólogo Betinho (Herbert de Souza), entre outras.

Segundo a neta, a psicóloga Tatiana Amendola Barbosa Lima, 49, nas manifestações e mobilizações do PT (Partido dos Trabalhadores), que ajudou a fundar na capital paulista, militou ao lado das famílias Abramo e Frateschi, tradicionais na Lapa (zona oeste).

Já aposentado, Cid foi chefe de gabinete da Regional (hoje chamada de subprefeitura) da Lapa na equipe de Nelson Frateschi, no governo Erundina.

Cid foi um pai e avô muito dedicado à família. Amou e foi muito amado por todos. “Calmo, doce, bom astral e carinhoso, ele soube lidar serenamente com a vida”, diz Tatiana.

Cid Barbosa Lima morreu dia 2 de outubro, aos 102 anos, de causas naturais. Viúvo há 36 anos, deixa o filho, três netos e um bisneto.

coluna.obituario@grupofolha.com.br

Veja os anúncios de mortes

Veja os anúncios de missa

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.