Descrição de chapéu Obituário José Olavo Ataide Filho (1961 - 2021)

Mortes: Ao lado do PT, lutou por educação e justiça social no Rio Grande do Norte

José Olavo Ataide Filho era a essência do PT no RN

São Paulo

A igreja foi a grande responsável por despertar o interesse de Olavo Ataíde pela política. Os assuntos abordados nas missas, sempre envoltos por questões sociais, o tocaram para que se tornasse um militante dessas causas.

Olavo morou em vários estados brasileiros, mas nasceu em Natal (RN).

Para o publicitário Olavo César Cassiano Ataíde, 26, um dos filhos, representava a opinião mais respeitada e esperada. “Para mim ele era a certeza para tudo”, afirma.

José Olavo Ataide Filho (1961-2021)
José Olavo Ataide Filho (1961-2021) - Arquivo pessoal

Homem cheio de coragem e proatividade, saiu de casa antes dos 18 anos para viver a política. Precoce da mesma forma foi na criação de sua família. Casou-se muito cedo e aos 19 anos já tinha duas filhas.

Formado em letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, militou no Sindicato dos Trabalhadores em Educação do estado.

Olavo presidiu o PT do RN entre 2013 e 2016. Assessorou o primeiro deputado estadual da sigla no estado, Júnior Souto, que hoje ocupa a presidência estadual.

Esteve ao lado da atual governadora do RN, Fátima Bezerra (PT), em sua trajetória política na Assembleia Legislativa (1995/2003), na Câmara dos Deputados (2003/2015) e no Senado (2015/2018). Atualmente, era assessor do deputado estadual Francisco do PT e membro da Frente Brasil Popular-RN.

Olavo Ataíde morreu dia 18 de janeiro, aos 59 anos, após quatro paradas cardíacas. Ele estava em tratamento contra um câncer. Deixa quatro filhos, dois netos e oito irmãos.

Fátima Bezerra usou as redes sociais para homenageá-lo. “Olavo foi um grande amigo e uma das pessoas mais sensíveis, dedicadas e apaixonadas pela luta em defesa da justiça social, que convivi nesses mais de 40 anos de amizade. Somos da mesma geração. Professor como eu, o conheci organizando a defesa da escola pública e dos trabalhadores em educação.”

“Tinha uma clareza política e ideológica e um senso de justiça admiráveis. Experiente dirigente partidário, era voz firme em favor dos movimentos sociais, populares, da igreja, etc”, escreveu a governadora.

coluna.obituario@grupofolha.com.br

Veja os anúncios de mortes

Veja os anúncios de missa

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.