EUA têm o primeiro caso de transmissão interna de coronavírus

Mulher que viajou para a China passou o vírus para o marido em Chicago, diz órgão do governo

Washington | AFP

Os Estados Unidos anunciaram nesta quinta (30) o primeiro caso de transmissão do novo coronavírus em solo americano. Um homem pegou a infecção de sua mulher.

Segundo Robert Redfield, diretor dos CDCs (Centros de Controle e Prevenção de Doenças), o primeiro caso de infecção confirmada era de uma mulher sexagenária de Chicago que havia viajado para Wuhan, na China. O segundo caso é seu marido, que não esteve na China. 

"Sabemos que isso pode parecer preocupante, mas o risco imediato para os americanos é baixo", disse. 

"Não está se espalhando pela comunidade. Não consideramos que a população esteja em risco", disse Ngozi Ezike, diretora de saúde pública de Illinois.

A mulher continua hospitalizada e está bem. Seu marido foi hospitalizado recentemente e está estável, segundo Jennifer Layden, diretora médica do estado de Illinois.  

Os EUA têm, no total, cinco casos confirmados de infecção por coronavírus. 

O país ainda não recomenda o uso de máscaras, repetiu Nancy Messonnier, diretora de doenças respiratórias dos CDC. As instruções permanecem as mesmas contra doenças infecciosas, como lavar as mãos e cobrir a boca quando tossir.

Passageiros chegam ao aeroporto de Los Angeles de voo de Xangai, na China
Passageiros chegam ao aeroporto de Los Angeles de voo de Xangai, na China - REUTERS

Nas redes, o interesse pelo assunto no Brasil cresce proporcionalmente à ocidentalização da crise.

O primeiro pico nas buscas se dá na terça (21), quando foi confirmado o primeiro caso nos EUA. 

Até a quinta-feira (30), 8.235 pessoas no mundo se infectaram com o coronavírus e 204 morreram, todas elas na China.

Alemanha e Japão também tiveram casos de transmissão interna, de pessoas que se infectaram mesmo sem ter viajado para a China. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.