São Paulo improvisou e contou com lesões para achar time do Paulista

Reservas no início do ano, Igor Gomes e Everton Felipe se firmam e Hudson virou lateral

Luiz Cosenzo Toni Assis
São Paulo

Criticado após a eliminação na Copa Libertadores e com uma campanha irregular na primeira fase do Campeonato Paulista, quando conseguiu a classificação somente na última rodada, o São Paulo encontrou sua formação ideal nas quartas de final após improvisação na lateral e a utilização de dois jogadores que até então eram pouco aproveitados.

As surpresas de Vagner Mancini, que foi contratado como coordenador técnico e assumiu o cargo após a saída de André Jardine, foram o volante Hudson na lateral, o meia Igor Gomes e o atacante Everton Felipe.

Com as mudanças, o time se defendeu melhor —tomou menos gols durante o período— e teve mais mobilidade em campo. Assim, venceu os dois duelos diante do Ituano nas quartas de final e eliminou o Palmeiras na semifinal após empates por 0 a 0 e triunfo nos pênaltis.

São-paulinos comemoram a classificação do time à decisão do Campeonato Paulista - Danilo Fernandes/Brazil Photo Press/Folhapress

IMPROVISAÇÃO NA LATERAL

Após assumir a equipe e entregar o comando para Cuca há uma semana, Mancini testou Bruno Peres e Igor Vinicius na lateral direita e até tentou implantar um esquema com três zagueiros. Sem sucesso, resolveu apostar no volante Hudson no setor, que era titular absoluto no meio de campo.

E Hudson correspondeu as expectativas nas quatro partidas que atuou na posição. Contra o Ituano, conseguiu neutralizar o jovem Martinelli, principal aposta do clube do interior. Diante do Palmeiras, foi eficiente na marcação de Dudu, que só conseguiu aparecer quando se deslocou para o meio em alguns lances da partida de ida.

“Ele fortaleceu o sistema defensivo em termos de marcação, e ele ainda apareceu na frente. Passa a ser uma peça muito interessante”, disse Mancini logo após o primeiro jogo contra o Ituano.

O jogador Deyverson, da SE Palmeiras, disputa bola com o jogador Hudson, do São Paulo FC, durante partida valida pelas semi final (ida), do Campeonato Paulista, Série A1, no Estádio do Morumbi.
Hudson (dir.) tenta recuperar a bola em disputa com Deyverson - Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

Com o volante na lateral direita, o São Paulo sofreu um gol em quatro jogos. Antes,  havia sido vazado 12 vezes em 14 partidas.

A saída de Hudson do meio de campo abriu espaço para Liziero, que foi utilizado nos quatro primeiros jogos do clube no ano, mas sofreu uma lesão no tornozelo direito e ficou fora por quase dois meses. Ele retornou diante do Ituano e formou dupla com Luan, outro da base, que não participou do início da temporada porque estava com a seleção brasileira sub-20.

CONTUSÕES ABREM ESPAÇO PARA JOGADORES POUCO APROVEITADOS

O meio de campo teve outro atleta da base que se firmou na reta final. Com a contusão de Hernanes, que ficou fora do jogo decisivo contra o São Caetano –valia a classificação para as quartas de final--, Mancini colocou o jovem Igor Gomes, 20, como titular pela primeira vez.

Desde então, foi decisivo na vitória do primeiro jogo das quartas de final, quando marcou dois gols.

Igor Gomes deve seguir como titular até a recuperação de Hernanes, que sofreu um estiramento na parte posterior da coxa no dia 16 de março. Ele voltou a treinar em campo na semana passada e pode ficar como opção no primeiro jogo da decisão.

Everton Felipe é a terceira novidade que se firmou no time a partir das quartas de final. Ele tinha jogado apenas 59 minutos até ser utilizado durante o segundo tempo contra o São Caetano. Na oportunidade, substituiu Carneiro, que deixou o campo lesionado.

Meia Igor Gomes marcou os dois gols do S?o Paulo contra o Ituano, pela primeira partida das quartas de final do Campeonato Paulista
Meia Igor Gomes marcou os dois gols do São Paulo contra o Ituano, pela primeira partida das quartas de final do Campeonato Paulista - Rubens Chiri/

Com a chegada de Cuca, que comandou o time contra o Palmeiras, os três foram mantidos. Everton Felipe, porém, atuou mais centralizado em razão da ausência de Pablo, lesionado. Assim, Everton jogou pelo lado esquerdo. 

Everton Felipe deve continuar como titular no primeiro jogo da decisão do Paulista, porém, ganhou a concorrência do próprio Everton e Carneiro, recuperados de contusão, além de Hernanes, que deve ficar à disposição.

No Brasileiro, ainda terá Alexandre Pato e Vitor Bueno como outros concorrentes.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.