Descrição de chapéu Futebol Paulista

Campeonato Paulista terá mata-mata com jogo único em 2020

À exceção dos confrontos de quartas e semifinais, fórmula permanece a mesma

Carlos Petrocilo
São Paulo

O Campeonato Paulista de 2020 terá 16 datas, com jogos únicos nas quartas de final e nas semifinais do torneio.

Ou seja, caso haja um clássico em São Paulo em uma dessas fases, pela determinação de torcida única apenas uma delas poderá acompanhar seu time no estádio. A decisão do título seguirá com dois jogos.

A votação desse formato foi apertada. Nove clubes, entre eles Corinthians e Palmeiras, escolheram uma tabela com 16 datas. Outras sete agremiações, incluindo São Paulo e Santos, foram voto vencido para 18 datas, com jogos de ida e volta nas quartas e nas semifinais.

A redução de partidas no estadual foi uma alternativa recomendada pela CBF para evitar choque com as datas reservadas pela Fifa para as seleções no mês de março, em que as convocações podem causar desfalques.

Essa foi a única grande mudança no regulamento da competição, com início no dia 22 de janeiro e final no dia 26 de abril, em relação aos anos anteriores. O formato é o mesmo de 2014, quando o Ituano eliminou o Palmeiras em jogo único na semifinal e conquistou o título ao superar o Santos.

A premiação ao campeão será igual à do ano passado: R$ 5 milhões. O vice irá receber R$ 1,5 milhão. Ao todo serão distribuídos R$ 11,5 milhões em prêmios.

As cotas de televisão pagas pela Rede Globo para os times tiveram um aumento de 14% em relação ao Campeonato Paulista deste ano. Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos vão receber cerca de R$ 26 milhões cada um, enquanto os demais ganharão em média R$ 6 milhões.

O torneio seguirá com 16 clubes divididos em 4 grupos, com 12 rodadas na primeira fase. Os confrontos ocorrerão entre os times de diferentes chaves. Os dois melhores de cada uma avançam às quartas. Os dois com as menores pontuações no geral serão rebaixados.

Os clubes poderão inscrever no máximo 26 jogadores, além da lista B, que permitirá a inscrição ilimitada dos atletas formados nas categorias de base.

Haverá VAR (árbitro assistente de vídeo) em todas jogos da fase de mata-mata, assim como em 2019, custeado pela Federação Paulista de Futebol.

A FPF também reafirmou que, de acordo com a lei Pelé, o mesmo grupo econômico não pode ter dois clubes disputando o mesmo campeonato. Por isso, o Red Bull, que permaneceu na Série A1 e hoje é controlado pelo mesmo grupo que administra o Bragantino, irá disputar a Série A2.

Assim, a vaga aberta na Série A1 ficou para o Água Santa, terceiro colocado da Série A2 deste ano.

Para tentar inibir as excessivas trocas de treinadores, cada técnico só poderá comandar uma equipe no Campeonato Paulista.

Confira os grupos da competição:

Grupo A: Santos, Água Santa, Oeste e Ponte Preta

Grupo B: Palmeiras, Botafogo, Novorizontino e Santo André

Grupo C: São Paulo , Internacional de Limeira, Ituano e Mirassol

Grupo D: Corinthians, Bragantino, Ferroviária e Guarani

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.