Descrição de chapéu Futebol Internacional

Maradona pede demissão do Gimnasia após oito jogos no comando

Decisão foi tomada depois que presidente do clube não se apresentou para reeleição

São Paulo

Diego Armando Maradona, 59, já não é mais técnico do Gimnasia y Esgrima La Plata.

Em apenas dois meses no comando, o ídolo máximo do futebol argentino comandou a equipe em oito partidas, com três vitórias (todas fora de casa) e cinco derrotas –37% de aproveitamento.

A saída de Maradona foi anunciada nesta terça-feira (19) pelo presidente do clube, Gabriel Pellegrino.

Maradona cumprimenta os torcedores após empate contra o Estudiantes, em La Plata
Maradona cumprimenta os torcedores após empate contra o Estudiantes, em La Plata - Alejandro Pagni/AFP

"Maradona já não é mais técnico do Gimnasia. Ele disse que veio para somar, não para dividir", disse Pellegrino, em entrevista à Rádio La Red.

Maradona deixa o Gimnasia justamente por conta de Gabriel Pellegrino, que não apresentou candidatura para a reeleição à presidência do clube. Segundo o ex-camisa 10 da Argentina, por uma questão de fidelidade ao mandatário, ele não poderia seguir no comando do time com outro dirigente no poder.

Na apresentação como treinador da equipe, em setembro, Maradona levou 25 mil pessoas ao Estádio Del Bosque, casa do Gimnasia, que briga para não ser rebaixado à segunda divisão do futebol argentino.

Por onde passou na curta passagem pelo time de La Plata, Maradona gerou grande expectativa.

Para o duelo contra o Newell's Old Boys, onde ele jogou em 1993, os torcedores do time de Rosario receberam o ex-jogador com grande festa. No dia anterior à goleada do Gimnasia por 4 a 0, cerca de 5.000 torcedores preparam um bandeiraço na porta do hotel onde estava a delegação da equipe.

No dia da partida, que antecedeu o aniversário de 59 anos do ídolo, o Newell's colocou um trono à beira do gramado para que Maradona pudesse assistir ao jogo e orientar seus atletas. Com problemas nos joelhos, o ex-meio-campista mostra dificuldade para se locomover e passou a maior parte das partidas sentado.

O último jogo do treinador no comando do Gimnasia foi a vitória, fora de casa, sobre o Aldovisi, por 3 a 0, no último dia 10.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.