Morte de Kobe Bryant, astro do basquete, repercute dentro e fora do esporte

Ex-jogador morreu em um acidente de helicóptero na Califórnia neste domingo (26)

São Paulo

​O mundo do esporte reagiu com espanto e profundo pesar à divulgação da notícia da morte do astro do basquete Kobe Bryant, 41, neste domingo (26), após um acidente de helicóptero na Califórnia.

A NBA não cancelou os primeiros jogos marcados para esta rodada. No primeiro deles, entre Denver Nuggets e Houston Rockets, no Colorado, houve um minuto de silêncio em memória do atleta que fez história pelo Los Angeles Lakers.

Já no início jogo entre San Antonio Spurs e Toronto Raptors, as equipes deixaram que o tempo de 24 segundos para concluir o ataque se esgotasse sem ações dentro de quadra. Quando o público percebeu que se tratava de uma homenagem, começou a aplaudir. Jogadores no banco de reservas e comissões técnicas fizeram o mesmo.

Nas redes sociais, atletas e equipes de diferentes modalidades se manifestaram sobre a morte de um dos maiores jogadores da história do basquete e também de sua filha, Gianna Bryant, 13, que também era praticante do esporte.

A NBA divulgou um comunicado sobre a morte do jogador. Nele, o comissário da liga, Adam Silver, afirma que “a família da NBA está devastada com a trágica morte” de Bryant e de sua filha, Gianna.

“Por 20 temporadas, Kobe nos mostrou o que é possível quando talentos memoráveis se unem a uma absoluta devoção pela vitória. Ele foi um dos mais extraordinários jogadores da história do nosso esporte”, afirmou o comissário. 

O ex-jogador de basquete Shaquille O'Neal disse não haver palavras para expressar a dor da perda de Bryant e de Gigi, como a filha do astro era conhecida.

Earvin Magic Johnson, outro grande nome do basquete mundial, fez homenagens a Bryant. "Meu amigo, uma lenda, marido, pai, filho, irmão, vencedor do Oscar e maior Laker de todos os tempos", publicou, em referência ao prêmio recebido por Bryant pelo curta de animação "Dear Basketball" e ao time em que ele ficou mundialmente conhecido.

Reggie Miller, também ex-jogador da NBA, disse que a morte de Bryant está "perfurando sua alma" e dirigiu orações à família.

No Brasil, as ex-jogadoras de basquete Hortência Marcari e Magic Paula também expressaram seus sentimentos nas redes sociais. A Confederação Brasileira de Basketball (CBB) fez um post de homenagem e publicou depoimentos de jogadores brasileiros, como Tiago Splitter e Marcelo Huertas.

​Neymar foi outro que lembrou de Kobe ao marcar um gol pelo PSG neste domingo e mostrar o número 24 para a câmera, em referência a uma das camisas que o astro usou ao longo da carreira.

Na noite deste domingo, o ginásio Staples Center, casa dos Lakers, receberá a premiação musical Grammy. O próximo jogo da equipe está marcado para terça (28), o clássico contra o Clippers, seu rival de Los Angeles.

A repercussão mundial levou o nome de Kobe Bryant ao assunto mais comentado do Twitter em todo o mundo. Veja outras publicações e homenagens:

 
 
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.