Qualidade do ar e tempestade adiam jogos do Australian Open

Nadal e Federer são chamados de egoístas por tenista que disputa qualificação

São Paulo

As partidas desta quarta-feira (15) do Australian Open foram adiadas por causa da fumaça tóxica que paira sobre Melbourne e depois pela tempestade que caiu na cidade.

Alvos de reclamações dos tenistas que disputam a fase de qualificação, alguns dos principais nomes do esporte fizeram partidas de exibição para arrecadar fundos para o combate aos incêndios na Austrália

Com o céu cinza pela fumaça, turista tira foto de uma das quadras onde é disputado o Aberto da Austrália
Com o céu cinza pela fumaça, turista tira foto de uma das quadras onde é disputado o Aberto da Austrália - Brendon Ratnayake-15.jan.20/AFP

A chuva trouxe alívio na luta contra o fogo que se espalha nas florestas do país desde novembro. A previsão é que ela continue nos próximos dias.

A organização do Australian Open foi criticada por permitir que tenistas fossem expostos à qualidade do ar, que a Agência de Proteção Ambiental qualificou de "muito ruim". Na terça (14), a eslovena Dalila Jakupovic passou mal e teve de desistir do seu jogo.

Entre as partidas adiadas estão a dos brasileiros João Menezes (187º do ranking) e Gabriela Cé (230º), Menezes vai enfrentar o russo Evgeny Donskoy. Gabriela terá pela frente a americana Sachia Vickery.

A continuidade dos jogos na terça, apesar da qualidade do ar, do calor e das reclamações dos tenistas fez com que as críticas se voltassem contra os principais nomes da modalidade, que só entram em quadra a partir da semana que vem.

"Tem de vir [a reclamação] dos que estão no topo. Roger [Federer] e Rafa [Nadal] são um pouco egoístas por pensarem só neles mesmos e em suas carreiras. Eles estão próximos do fim, pensam no próprio legado, não no esporte em si. Eles [da organização] estão apenas nos empurrando para dentro da quadra porque é a fase de qualificação", afirmou o canadense Brayden Schnur, 103º da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais).

Ele foi no mesmo tom empregado pelo americano Noah Rubin (187º), que se queixou nas redes sociais da diferença no tratamento entre os tenistas que estão nas melhores posições do ranking e os demais. 

"Se fosse Federer ou Djokovic jogando as finais, nós faríamos as coisas de forma diferente? Essa é a questão, e você deve concordar que eles não estariam jogando nessas condições. Fazer os tenistas do qualificatório jogar é muito complicado", disse ele.

Tenistas que participaram de jogo de exibição para ajudar as vítimas dos incêndios na Austrália posam para foto
Tenistas que participaram de jogo de exibição para ajudar as vítimas dos incêndios na Austrália posam para foto - William Test/AFP

Federer, Djokovic, Nadal e Serena Williams, entre outros, participaram de jogos de exibição na quadra coberta da Rod Laver Arena, complexo onde é disputado o Australian Open, para arrecadar recursos e ajudar as vítimas dos incêndios. Segundo os organizadores, foram obtidos cerca de US$ 5 milhões (R$ 20,9 milhões).

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.