São Paulo vence Palmeiras pela primeira vez no Allianz Parque

Time tricolor encerra jejum na casa do rival e cola nos líderes do Brasileiro

São Paulo

No décimo Choque-Rei disputado no Allianz Parque, o São Paulo conseguiu neste sábado (10) a primeira vitória sobre o Palmeiras na arena do rival. Reinaldo e Vitor Bueno marcaram, e o time visitante ganhou por 2 a 0, em jogo pela 15ª rodada Campeonato Brasileiro.

Além de dar fim ao jejum, a equipe são-paulina subiu para a terceira posição do Nacional, agora com 26 pontos, um a menos do que o Flamengo (2º) e quatro abaixo do Atlético-MG (1º).

A vitória, segunda consecutiva na competição após os 3 a 0 sobre o Atlético-GO, alivia mais a pressão sobre o técnico Fernando Diniz, que esteve com o seu cargo ameaçado desde a eliminação precoce do São Paulo na fase de grupos da Libertadores. De quebra, o time manteve sua invencibilidade em clássicos no ano, com três vitórias e três empates.

O Palmeiras, por sua vez, estacionou nos 22 pontos, está na quinta posição e pode ver sua distância para a liderança aumentar para oito pontos. Foi a primeira derrota da equipe em casa neste Nacional.

Até este sábado, os palmeirenses acumulavam oito vitórias contra os são-paulinos e um empate jogando em casa. O primeiro revés ocorre justamente num momento em que o técnico Vanderlei Luxemburgo tem sido bastante criticado pelo desempenho de seus jogadores.

As defesas se sobressaíram em relação aos ataques na maior parte do duelo. Os dois times insistiram bastante em jogadas pelo meio, congestionado pela concentração de atletas, o que impedia que chances claras de gol fossem criadas.

A construção delas tem sido o maior problema enfrentado pelos rivais nos últimos jogos e um dos motivos pelos quais os dois treinadores chegaram ao clássico cobrados pelas torcidas.

Durante toda a primeira etapa, cada equipe teve apenas um lance que poderia ter tirado o zero do placar. O São Paulo, em uma cabeçada Igor Gomes, que passou por cima do gol de Jailson. Já o Palmeiras teve em um chute de Patrick de Paula defendido por Volpi sua melhor oportunidade.

A produção ofensiva pouco refletia a importância do duelo, que poderia alçar o vencedor da partida até a vice-liderança do Nacional.

Faltavam lances individuais que pudessem surpreender os defensores. E foi justamente isso que Daniel Alves conseguiu aos 7 minutos da etapa final, quando descolou um belo passe, no meio da zaga, que encontrou Igor Vinícius na grande área. Ele sairia na cara do goleiro Jailson, mas foi derrubado por Esteves, e o árbitro deu pênalti. Reinaldo cobrou e colocou o São Paulo à frente no placar, aos 10 minutos.

Reinaldo comemora gol marcado contra o Palmeiras, no Allianz Parque
Reinaldo comemora gol marcado contra o Palmeiras, no Allianz Parque - Twitter SPFC/Divulgação

A exemplo do que ocorreu na última rodada, quando foi derrotado pelo Botafogo, por 2 a 1, e perdeu sua série invicta após 20 jogos, o Palmeiras novamente precisou tomar um gol para reagir.

Depois que os visitantes abriram o placar, os donos casa passaram a ficar mais com a bola, tentando uma pressão em busca do empate, enquanto os são-paulinos queriam explorar os contra-ataques.

Para dificultar um pouco mais a situação palmeirense, o zagueiro Luan sentiu uma lesão muscular aos 26 minutos, mas o técnico Vanderlei Luxemburgo, a essa altura, já havia feito cinco mudanças, e o defensor permaneceu em campo mesmo sem boas condições. Ele passou a ficar como um homem isolado no ataque, e Ramires ocupou o centro da zaga.

Já nos acréscimos, o time de Fernando Diniz conseguiu definir o placar em contra-ataque finalizado por Vitor Bueno, aos 47 minutos.

O Palmeiras vai agora encarar o Coritiba, na quarta-feira (14), novamente em casa, pelo Brasileiro. No mesmo dia, o São Paulo fará sua estreia na Copa do Brasil, contra o Fortaleza, em jogo pelas oitavas de final, no estádio Castelão.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.