Descrição de chapéu Copa Libertadores 2020

Santos reclama de expulsão de Cuca e ausência de VAR em lance decisivo

Cuquinha, auxiliar e irmão do treinador, disse que cartão vermelho desestabilizou o time

Rio de Janeiro

Cuquinha, irmão e auxiliar do técnico Cuca, falou em nome do Santos sobre o sentimento após a derrota por 1 a 0 na decisão da Copa Libertadores para o Palmeiras neste sábado (30), com um gol aos 53 minutos do segundo tempo.

O lance decisivo aconteceu logo após o treinador ter sido expulso em entrevero com Marcos Rocha. E a equipe alvinegra não engoliu o cartão vermelho.

Segundo Cuquinha, o lance desestabilizou o time, que sentiu o baque da expulsão, definida como injusta pelo auxiliar. Ele acrescentou que o elenco viu o lance no vestiário após o fim da partida e lamentou que o lateral do Palmeiras também não tenha recebido o cartão vermelho.

"Ele [Cuca] não fez nada. Um lance no qual o treinador vai pegar uma bola, está de costas, toma uma rasteira do jogador adversário, não reagiu, não fez nada e foi expulso", lamentou o irmão do técnico do Santos.

Cuca foi expulso por se enroscar com Marcos Rocha na lateral do campo e retardar a reposição da bola para a partida. Na confusão, jogadores de ambos os times trocaram empurrões. Soteldo recebeu o cartão amarelo, o Santos sentiu o nervosismo do lance e viu Rony cruzar na cabeça de Breno Lopes para abrir o placar.

A reclamação dos santistas é que os árbitros não chamaram o VAR para rever o lance. Outro motivo de lamentação foi a briga ter sido com Marcos Rocha, campeão da Libertadores com Cuca em 2013 pelo Atlético-MG. Na ocasião, o treinador mandou buscar o atleta no América-MG, onde estava por empréstimo.

"Dá uma certa dor porque foi o Marcos Rocha. Não sei se foi por querer, mas se ele chega e fala no juiz alguma coisa...", questionou Cuquinha. O auxiliar ainda insinuou que o árbitro argentino Patricio Loustau pode ter se recusado a consultar o VAR por ter ficado chateado pelo Santos ter eliminado "o time de coração dele" da competição —o time alvinegro goleou o Boca Juniors na semifinal.

Cuca é expulso na final da Copa Libertadores após confusão com Marcos Rocha, do Palmeiras
Cuca é expulso na final da Copa Libertadores após confusão com Marcos Rocha, do Palmeiras - Delmiro Junior/Photo Premium/Agencia O Globo

O irmão de Cuca chamou os árbitros de cínicos, pois não responderam aos pedidos pelo árbitro de vídeo feitos pela comissão técnica do Santos.

"Isso desestabilizou o time, foi um minuto depois o gol. Ele [Cuca] fez falta naquele momento, estávamos discutindo ainda o lance e ninguém viu o gol", lembrou o auxiliar. "Ficamos sentidos porque não vai no VAR, dá amarelo para um e vermelho para outro, e quem foi agredido tomou vermelho. Não é desculpa, mas as imagens estão aí, só ver", acrescentou.

O volante Diego Pituca também lamentou o resultado. O atleta fez sua despedida do time da Vila Belmiro e agora vai reforçar o Kashima Antlers, do Japão.

"Queria sair com o título, peço desculpas à nação santista, prometi uma coisa e não cumpri, mas espero um dia voltar e prometer o que cumpri, que eram títulos. Saio com um sentimento de derrota", lamentou o jogador.

O Santos volta a atenção à disputa do Campeonato Brasileiro. Com 45 pontos, está na décima colocação, a cinco pontos do Fluminense, sétimo colocado e com vaga na próxima Libertadores. O próximo duelo é diante do Grêmio, na quarta-feira (3), em Porto Alegre.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.