Descrição de chapéu Futebol Internacional

Neymar sofre lesão e volta a desfalcar PSG na Champions League

Será a 3ª vez em que 4 anos que o brasileiro perderá partida das oitavas do torneio

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O Paris Saint-Germain (PSG) anunciou nesta quinta-feira (11) que Neymar sofreu uma lesão no músculo adutor da coxa esquerda que o fará perder, na próxima terça (16), o jogo de ida das oitavas de final da Champions League, contra o Barcelona.

O atacante brasileiro se machucou diante do Caen na quarta (10), em partida pela Copa da França. O tempo inicial de recuperação é estimado em quatro semanas. Isso põe em dúvida também sua presença no jogo de volta das oitavas, no dia 10 de março.

A equipe do técnico Mauricio Pochettino ainda perdeu Ángel di María por lesão nesta semana.

Desde a sua contratação, em 2017, Neymar acumula ausências às vésperas das oitavas de final da Champions.

Neymar caído no gramado com cara de dor
Neymar após se machucar em jogo da Copa da França - Stephane Mahe/Reuters

Em 2018, ele perdeu o jogo de volta contra o Real Madrid após sofrer uma fissura no quinto metatarso do pé direito e só voltou a tempo de disputar a Copa do Mundo da Rússia com a seleção brasileira. O clube francês foi derrotado no Parque dos Príncipes por 2 a 1 e se despediu da Champions.

Na edição seguinte do torneio, o Paris Saint-Germain caiu pela segunda vez consecutiva na fase de oitavas de final. Dessa vez, com nova lesão (fratura) no quinto metatarso do mesmo pé, Neymar não disputou nenhum dos dois confrontos com o Manchester United (ING).

No duelo de ida, em Manchester, os parisienses pareciam ter encaminhado a classificação com o triunfo por 2 a 0. Na França, porém, perderam por 3 a 1 e deram adeus ao sonho de conquistar o principal torneio de clubes do mundo.

Dois dias antes da eliminação em Paris, o atacante estava no Rio de Janeiro curtindo o Carnaval no camarote de Ronaldo, ex-atacante da seleção brasileira, na Sapucaí.

Na véspera do confronto com os ingleses, o jornal francês L'Equipe publicou texto no qual afirmou que a lesão "forçou Neymar a parar de driblar nos campos, mas não pôde impedi-lo de dançar no Brasil".

Já em 2020, ele enfim pôde atuar nas oitavas de final, diante do Borussia Dortmund, e cumpriu papel fundamental na classificação para as quartas, com dois gols na soma dos duelos. Na retomada da competição, liderou o time, que chegou à final pela primeira vez na história, perdendo para o Bayern.

Recentemente, Neymar disse estar feliz em Paris e manifestou seu desejo de prorrogar o contrato com o clube, que expira em 2022.

Desabafo

Neymar usou as redes sociais para se manifestar sobre a lesão. Ele se mostrou chateado com o problema físico e incomodado com as críticas que recebe, tanto pelo estilo de jogo quanto pela frequência com que tem sido desfalque em momentos importantes.

"A tristeza é grande, a dor é imensa e o choro é constante. Mais uma vez, pararei por um tempo de fazer o que eu mais amo na vida, que é jogar futebol. Às vezes, eu me sinto incomodado pelo meu estilo de jogo, por eu driblar e acabar apanhando constantemente. Não sei se o problema sou eu ou o que faço em campo", publicou.

"Isso realmente me entristece. E me deixa triste demais ter que escutar de jogador, treinador, comentarista ou o c... a 4: 'Ele tem que apanhar mesmo', 'cai-cai', 'chorão', 'moleque', 'mimado' etc... Sinceramente, isso me entristece, e não sei até quando aguentarei. Eu só quero ser feliz jogando futebol. Nada mais", concluiu o brasileiro.

Com AFP

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.