Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
Conteúdo Gratuito
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
13/10/2012 - 00h01

Paleontólogo conta a 'lenda' de dinossauro saci

Publicidade

LEONARDO DE MELLO
ESPECIAL PARA A FOLHA

Nós entrevistamos Luiz Eduardo Anelli, um paleontólogo da Universidade de São Paulo muito divertido, que escreveu um livro para crianças chamado "Dinos do Brasil" (ed. Peirópolis, R$ 49).

Mamute congelado é encontrado na Sibéria; saiba mais

Ele escreveu essa história porque, quando as crianças queriam conhecer mais sobre dinossauros, só encontravam livros para professores, que não eram tão coloridos. Para ele, escrever é uma forma de guardar lembranças.

Gostei do livro porque explica a Pangeia (supercontinente que teria existido na Terra até cerca de 175 milhões de anos atrás). Aprendi que os dinossauros surgiram no período Triássico, há tantos anos que nem dá para contar.

Uma história de que Luiz gosta muito é a de um dinossauro chamado Sacissauro. "'Sauro' vem de lagarto e 'saci', de saci. Mas ele não tem uma perna só. É que os paleontólogos estavam procurando os ossos e encontraram 12 pernas direitas e nenhuma esquerda. Ficou a brincadeira de ele ser um dinossauro saci", conta Luiz.

Aprendi muito com esse livro e gostei muito da textura da capa. É tão legal que merece ter sido escolhido como finalista do Prêmio Jabuti (que escolhe os melhores livros do país), ninguém pode negar.

Wladimir Aguiar/Folhapress
SAO PAULO, SP, BRASIL, 28-09-2012, 20h00: As crianas da TV Folhinha vo entrevistar o paleont-logo da USP, Prof. Luiz Eduardo Anelli. Eles vo falar sobre paleontologia no Brasil e sobre uma not'cia recente sobre um cientista coreano que planeja clonar um mamute. O local tem rplicas de dinossauros e outros objetos relacionados paleontologia. Instituto de geocincias da USP. (Foto: Wladimir Aguiar/Folhapress, FOLHINHA)
Leonardo, Mateus e Cristal, com o paleontólogo Luiz Anelli
 

Publicidade

As Últimas que Você não Leu

  1.  

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página