Suspeito de assassinato do rapper XXXTentacion é preso na Flórida

Músico foi morto a tiros nesta segunda (18) na Flórida

Um homem foi preso e acusado de assassinato por sua ligação com a morte do rapper norte-americano em ascensão XXXTentacion, que foi morto na Flórida na segunda-feira (18). A notícia foi divulgada pela polícia nesta quinta-feira (21). 

Dedrick Williams, 22 , foi detido na noite de quarta-feira (20), dois dias depois que XXXTentacion, cujo nome verdadeiro era Jahseh Dwayne Onfroy, foi baleado enquanto saía de uma concessionária de automóveis em Deerfield Beach, cerca de 64 quilômetros ao norte de Miami. 

Williams tem passagem pela polícia, segundo o site americano "Variety" e já foi preso por porte ilegal de cocaína, armas, violência doméstica, roubo de carro e agressão com arma de fogo. 

A morte do rapper de 20 anos chocou a comunidade do hip hop e foi seguida por diversas homenagens na internet.

O rapper XXXTentacion
O rapper XXXTentacion - Alamy Stock Photo

Dois homens fugiram do local do ataque em uma SUV escura depois de um deles abrir fogo durante uma possível tentativa de assalto, disseram investigadores. Não ficou claro de imediato se a polícia está procurando um segundo suspeito.

XXXTentacion, que nasceu em Plantation, na Flórida, lançou seu disco de estreia em agosto de 2017. Seu segundo álbum, “?”, estreou no primeiro lugar da parada de discos Billboard 200 quando foi lançado em março.

Apesar da pouca idade, o músico acumulava passagens pela prisão por diversas acusações.

Ele havia acabado de cumprir uma pena de prisão domiciliar por um episódio em que invadiu uma casa, em 2015, e aguardava julgamento por uma acusação de violência doméstica, em 2016, contra sua namorada, que à época estava grávida.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.