Descrição de chapéu Artes Cênicas

'A Invenção do Nordeste' e 'Esperança na Revolta' vencem o Prêmio Shell-RJ

Cerimônia de entrega aconteceu na noite de terça (12) no Belmond Copacabana Palace

São Paulo

A cerimônia do 31º Prêmio Shell de Teatro do Rio de Janeiro foi realizada na noite de terça (12), no Belmond Copacabana Palace, no Rio.

Numa premiação bastante pulverizada, Otto Jr. levou o troféu de melhor ator pela peça "Tebas Land".  Nena Inoue, o de melhor por "Para Não Morrer". A categoria dramaturgia ficou com Henrique Fontes e Pablo Capistrano, do Grupo Carmin, por "A Invenção do Nordeste". Já a direção ficou com André Lemos, por "Esperança na Revolta".

0
Grupo Carmin na peça "A Invenção do Nordeste" - José Tellys/Divulgação

Cada vencedor recebe um prêmio de R$ 8 mil. A cerimônia, apresentada pelos atores Marcos Caruso e Vilma Melo, homenageou o diretor Aderbal Freire-Filho.

O júri do Rio de Janeiro é formado por Ana Achcar, Ana Luisa Lima, Bia Junqueira, Patrick Pessoa e Moacir Chaves.

Veja os vencedores:

Dramaturgia
Henrique Fontes e Pablo Capistrano por "A Invenção do Nordeste"
 
Direção
André Lemos por "Esperança na Revolta"
 
Ator
Otto Jr. por "Tebas Land"
 
Atriz
Nena Inoue por "Para Não Morrer"
 
Cenário
Doris Rolemberg por "A Última Aventura É a Morte"
 
Figurino
Ney Madeira e Dani Vidal por "Bibi - Uma Vida em Musical"


 
Iluminação
Elisa Tandeta por "Um Tartufo"
 
Música
Pedro Luís, Larissa Luz e Antônia Adnet por "Elza"
 
Inovação
Coletivo 2ª Black por criar um espaço de encontro, pesquisa, troca de saberes e apresentações de experiências cênicas de artistas negros.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.