Descrição de chapéu Cinema

Anitta diz que 'passou horas' falando com DiCaprio sobre eleições no Met Gala

Com apelo para que jovens tirem título de eleitor, artistas já protagonizaram polêmicas com Bolsonaro no Twitter

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A cantora Anitta afirmou ter passado horas conversando com o ator Leonardo DiCaprio no Met Gala, na noite da última segunda-feira (2) conversando sobre as eleições brasileiras. Segundo descreveu em seu Twitter, ela destacou a importância dos jovens tirarem seu título de eleitor.

"Vocês sabiam que ele [DiCaprio] sabe mais sobre a importância da nossa floresta amazônica do que o presidente do Brasil? Pois sabe", afirmou.

A cantora Anitta no tapete vermelho do Met Gala 2022 - Angela Weiss/AFP

Aproveitou para fazer uma brincadeira. "Trocamos contato e ele se colocou à disposição para eu pedir o que for necessário. (Não levem para o mau sentido porque não tinha ninguém flertando com ninguém.) A primeira coisa que pedi foi permissão para contar essa fofoquinha pra vocês", escreveu.

Por fim, disse que tem outras ideias para tratar sobre o tema. "Mas só vou fazer isso se depois que passar o prazo para tirar o título eu vir que muito mais gente fez seu documento", disse, se referindo ao limite que termina em 4 de maio.

DiCaprio soma trocas de farpas com o presidente Jair Bolsonaro no Twitter desde 2019, em ocasiões em que o governante acusou o ator de dar dinheiro para tacar fogo na Amazônia. Agora nesta terça-feira (3) disse que era melhor DiCaprio "ficar de boca fechada" após o ator convocar os jovens brasileiros na rede social, em português, para que tirem o título de eleitor.

O movimento foi acompanhado por estrelas como Mark Ruffalo e Mark Hamill. Anitta também protagonizou há pouco tempo uma outra polêmica com Bolsonaro, quando bloqueou o perfil do presidente no Twitter. "Ai, garoto, vai catar o que fazer, vai", escreveu.

Para os aficcionados por moda, o Met Gala é um dos grandes eventos do ano não apenas para acompanhar as extravagâncias do mundo da moda, mas também porque seu tapete vermelho é recheado de celebridades. O evento ocorre na noite desta segunda-feira —a primeira do mês de maio, como é tradição— no museu Metropolitan, em Nova York, com um desfile extravagante de astros para uma noite filantrópica, após duas edições marcadas pela pandemia da Covid-19.

Os modelos que desfilam nesta noite vão para a mostra "Na América: Uma Antologia da Moda", que dá continuidade à do ano passado, "Na América: Um Léxico da Moda", que, como indica o nome, é representativa da história da moda dos Estados Unidos. Enquanto isso, para o tapete vermelho, há um tema separado —"Gilded Glamour", ou glamour dourado, que remete à idade de ouro americana do final do século 19.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.