Novo Paço das Artes, entrevistas de Hans Ulrich Obrist e mais dicas

Veja as indicações da Ilustríssima para a próxima semana

[EXPOSIÇÃO] Paço das Artes

Paço das Artes. De ter. a sáb., das 10h às 20h, dom., das 12h às 18h. De 25/1 a 10/5. Grátis. 

A instituição inaugura nesta semana sua primeira sede definitiva, na rua Albuquerque Lins, 1.331, com uma mostra inédita da artista plástica Regina Silveira. Sob curadoria de Priscila Arantes, diretora da entidade, a exposição “Limiares” traz duas instalações criadas especialmente para o espaço, assim como dois trabalhos em vídeo que vão inaugurar o acervo de arte contemporânea exclusivamente digital do Paço das Artes.

[LIVRO] Hans Ulrich Obrist

Editora Cobogó. 576 págs. R$ 76.

A obra reúne 36 entrevistas com personalidades brasileiras (ou radicadas no Brasil), realizadas pelo curador suíço que há 30 anos viaja pelo mundo conversando com artistas e intelectuais sobre cultura e sociedade. Editado por Isabel Diegues e Márcia Fortes, este primeiro volume reúne nomes que deixaram marca indelével nas artes, como Oscar Niemeyer, Caetano Veloso, Zé Celso, Anna Maria Maiolino e Augusto de Campos.

[CINEMA] Os Miseráveis

França, 2019. 102 minutos. Em cartaz em circuito.

Indicado a melhor filme internacional no Oscar 2020, o longa de Ladj Ly retrata o conflito entre policiais e a comunidade da periferia de Paris, privilegiando o ponto de vista de um agente recém-chegado à corporação que não compactua com abusos que testemunha. O filme francês dividiu com “Bacurau” o Prêmio do Júri em Cannes.

[TEATRO] Minhas Queridas

Sesc Pinheiros. (11) 3095-9400. De qui. a sáb., às 20h30 (excepcionalmente às 18h neste sáb., 25). Até 8/2. R$ 30. 

Abrindo o ano do centenário de Clarice Lispector, o espetáculo dramatiza 15 anos de correspondência da escritora com suas irmãs, Tânia e Elisa, na época em que ela viajava por vários países acompanhando o marido em eventos diplomáticos, logo após estrear como romancista. A direção e o texto são de Stella Tobar.

homem faz sinal de silêncio com o dedo enquanto corista olha assustada
Cena de "Detetive Bureau 2-3" (1963), de Seijun Suzuki - Divulgação

[MOSTRA] Seijun Suzuki

IMS Paulista. (11) 2842-9120. De 21/1 a 9/2 (exceto seg.), em diversos horários. Grátis. 

A retrospectiva de 17 filmes do cineasta japonês (1923-2017) abrange sua produção por mais de cinco décadas,. Suas obras se aproximavam da vanguarda francesa nos anos 1960, uniam baixo orçamento a alta popularidade e misturavam gêneros como ação e comédia. 

[LIVRO] Literaturas Africanas Comparadas

Editora Unicamp. 256 págs. R$ 48.

No âmbito das narrativas pós-coloniais, a obra da professora Elena Brugioni, do Departamento de Teoria Literária da Unicamp, promove uma reflexão sobre os projetos literários de autores do continente africano, trazendo desde nomes mais celebrados, como Mia Couto e Chinua Achebe, até escritores menos conhecidos, como o moçambicano João Paulo Borges Coelho, o queniano M. G. Vassanji e a zimbabuana NoViolet Bulawayo.

[EXPOSIÇÃO] Iran do Espírito Santo

Centro Cultural Oi Futuro - Rio. (21) 3131-3060. De ter. a dom., das 11h às 20h. Até 1º/3. Grátis.

A mostra faz um recorte dos últimos 20 anos da produção do artista plástico, incluindo desenhos inéditos e um site specific —uma pintura realizada sobre uma parede de 69 metros quadrados. Também há uma série de esculturas feitas com objetos cotidianos, técnica que se tornou marca da obra de Iran do Espírito Santo.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.