Descrição de chapéu Consumo Consciente

Carrefour e Gastromotiva criam laboratório de receitas antidesperdício

Até o fim do ano, melhores preparações serão vendidas em nova linha de produtos

Mara Gama
São Paulo

Um laboratório de receitas de pratos com o aproveitamento total dos ingredientes, a ser implantado no Rio, ainda este ano, é o resultado de um novo projeto da Gastromotiva, iniciativa de gastronomia social do chef curitibano David Hertz, que tem apoio da organização Food for Soul, do chef italiano Massimo Bottura.  

O laboratório terá como objetivo produzir receitas desperdício zero, com o uso de cascas, talos e sementes de frutas, legumes e verduras para o preparo de bolos, geléias, molhos e conservas.

David Hertz (esq.) e equipe de alunos do Gastromotiva mostram pratos no anúncio do lançamento de laboratório de receitas com apoio do Carrefour
David Hertz (esq.) e equipe de alunos do Gastromotiva mostram pratos no anúncio do lançamento de laboratório de receitas com apoio do Carrefour - Divulgação

A Fundação Carrefour, instituição internacional responsável pelos investimentos sociais do grupo empresarial, anunciou nesta segunda (9) o investimento de 320 mil euros (R$ 1,454 milhão) para os projetos da parceria. 

O laboratório funcionará junto ao restaurante escola no prédio que a Gastromotiva tem no Rio de Janeiro. No local, além da capacitação de jovens e adultos em gastronomia, são oferecidos jantares gratuitos para pessoas em situação de vulnerabilidade, desde 2016.

Há dois anos, o restaurante Refettorio foi aberto, na época dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. A ideia era aproveitar o momento de visibilidade planetária para lançar o projeto de integração social através da gastronomia. As refeições eram criadas por chefs famosos como Alain Ducasse, Claude e seu filho Thomas Troisgros e Massimo Bottura, usando comida excedente de restaurantes da Vila Olímpica e produtos perecíveis doados pelo Carrefour. 

Com o final da Olimpíada, a Gastromotiva se dedicou com mais ênfase a um programa de capacitação culinária e de empreendedorismo, com um centro de treinamento permanente de preparos, com cursos de comércio de alimentos e cattering. 

NOVO LABORATÓRIO

Até o final de 2018, cinco receitas elaboradas no novo laboratório serão selecionadas para fazer parte de uma nova linha de produtos com a marca Gastromotiva, a ser comercializada nos supermercados Carrefour. A linha vai destacar o uso integral dos alimentos, baixos teores de açúcar, sódio e gordura e alto valor nutricional. 

O Carrefour dará suporte técnico para o desenvolvimento da produção propriamente dita e também vai auxiliar na confecção de um plano de negócios e gestão da nova linha. Com a comercialização, a Gastromotiva terá fonte de renda. 

A diretora da Fundação Carrefour, Sophie Fourchy, anuncia investimento na Gastromotiva em 9 de julho de 2018
A diretora da Fundação Carrefour, Sophie Fourchy, anuncia investimento na Gastromotiva em 9 de julho de 2018 - Divulgação

O montante será usado para viabilizar o laboratório e a divulgação das receitas desperdício zero por meio de videos. Serão produzidos 20 vídeos educativos para mídias digitais sobre desperdício de alimentos e uso integral de ingredientes, segundo a diretora da Fundação Carrefour, Sophie Fourchy. 

A verba destinada pelo Carrefour servirá também para manter a escola de gastronomia, que formou 270 alunos nos últimos três anos, e os jantares gratuitos oferecidos no restaurante do projeto. Ali, a previsão da empresa é fechar este ano contabilizando 54 mil refeições gratuitas, com o aproveitamento de 41 toneladas de alimentos que seriam desperdiçadas.

Para anunciar o investimento, a diretora da Fundação esteve no Brasil. Segundo ela, a empresa segue apoiando dois outros restaurantes, um aberto em março em Paris, na França, e outro a ser aberto em Nápoles, Itália, ainda este ano, ambos alinhados no combate ao desperdício por meio da inclusão social.

 "O grupo acredita que o varejo é um agente de transformação e conscientização sobre a importância de alimentos saudáveis ​​e sem desperdício. Fazer parte de projetos sociais que unem educação o incentivo para consumir alimentos de qualidade é o futuro que vemos para um relacionamento sustentável da cadeia produtiva", diz Sophie Fourchy. 

Os pais da iniciativa Refettorio Gastromotiva, David Hertz, Ale Forbes e Massimo Bottura, no restaurante, no Rio
Os pais da iniciativa Refettorio Gastromotiva, David Hertz, Ale Forbes e Massimo Bottura, no restaurante, no Rio - Refettorio Gastromotiva

A Fundação Carrefour foi criada em 2000 e se dedica ao combate à exclusão social, com programas de apoio alimentar e humanitário nos países onde atua e se abastece. No ano passado, foram destinados 6,75 milhões de euros (R$ 30,4 milhões), a 74 projetos financiados em 9 cidades. No período, o Carrefour entregou 164 milhões de refeições para populações carentes, segundo a diretora.

"As ações da Fundação usam a comida como meio de combater a pobreza e a exclusão social, com coleta e doação de alimentos, programas de educação e treinamento, campanhas de conscientização ou projetos inovadores. Por isso, é natural apoiar a Gastromotiva, que fornece um serviço gratuito para as populações socialmente vulneráveis, preparadas por renomados chefs e estudantes da Gastromotiva, com alimentos excedentes doados", diz. 

Aberto em março de 2018 pela Food for Soul, restaurante antidesperdício funciona na cripta da igreja Madeleine, em Paris, com refeições preparadas por chefs usando ingredientes excedentes ou não vendidos (100 refeições preparadas todos os dias usando 130 kg de comida não vendida).
Aberto em março de 2018 pela Food for Soul, restaurante antidesperdício funciona na cripta da igreja Madeleine, em Paris, com refeições preparadas por chefs usando ingredientes excedentes ou não vendidos (100 refeições preparadas todos os dias usando 130 kg de comida não vendida). - Food for Soul

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.