Lucros do Twitter crescem apesar da queda nos usuários

Plataforma obteve R$ 834 milhões de lucros durante os últimos três meses do ano passado

Washington | AFP

O Twitter anunciou nesta quinta-feira (7) que seus lucros no quarto trimestre de 2018 dispararam impulsionados pela publicidade, apesar da queda nos usuários.

A plataforma informou que obteve US$ 225 milhões (R$ 834 milhões) de lucros durante os últimos três meses do ano passado, muito mais do que os US$ 91 milhões (R$ 337 milhões) no mesmo período de 2017, graças a um aumento de 24% em suas receitas, que foram colocadas em US$ 909 milhões (R$ 3,3 bilhões).

Pessoas digitam em seus celulares em frente ao logo do Twitter
Twitter obteve US$ 225 milhões nos últimos três meses de 2018 - Kacper Pempel/Reuters

Tudo isso apesar do fato de a base mensal de usuários ativos do Twitter ter caído para 321 milhões, uma redução de 9 milhões em relação ao ano anterior e de cinco milhões em relação ao trimestre anterior.

A empresa disse que vai parar de usar a contabilidade de usuários mensais e, ao invés disso, usará usuários "monetizáveis" ativos diariamente nos Estados Unidos e no resto do mundo, aqueles que usam o aplicativo e estão expostos à publicidade.

Com essa nova maneira de contabilizar os usuários, o Twitter teria 126 milhões em todo o mundo, 9% a menos em um ano.

Após os resultados, as ações do Twitter em Wall Street fecharam com queda de 9,85%. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.