Petroleira Repsol Sinopec rejeita termos e desiste de megaleilão do pré-sal

Agendado para 6 de novembro, leilão terá cobrança de bônus de assinatura de R$ 106,5 bilhões

Rio de Janeiro | Reuters

A Repsol Sinopec Brasil considerou pouco atraentes os termos de um megaleilão de áreas no pré-sal que o governo brasileiro realizará na próxima semana, o que deixou a companhia de fora do grupo de 14 petroleiras habilitadas a fazer propostas no certame que oferecerá excedentes da chamada cessão onerosa, disse o principal executivo da companhia no país na terça-feira.

Questionado nos bastidores do congresso internacional OTC Brasil 2019 sobre se os bônus de assinatura fixados para o leilão eram muito caros, o presidente da Repsol Sinopec Brasil, Mariano Ferrari, disse: "nós não estamos participando, o que deve responder sua pergunta."

O megaleilão, agendado para 6 de novembro, terá uma cobrança de bônus de assinatura no total de R$ 106,5 bilhões se consideradas todas áreas ofertadas.

As áreas do certame representam o mais próximo de uma aposta certeira no mundo da produção de petróleo offshore, uma vez que a estatal brasileira Petrobras já realizou trabalhos significativos de exploração.

Como resultado, já se sabe que as áreas possuem bilhões de barris de petróleo, o que reduz o chamado risco exploratório. Esse argumento tem sido usado pelo governo para a cobrança dos pesados bônus, além de uma parcela da produção futura, o que reduz as margens de lucro e tem afastado algumas empresas.

Mas a Repsol Sinopec, uma joint venture entre a espanhola Repsol e o grupo chinês Sinopec, deve participar em um outro leilão, no dia 7 de novembro, no qual o governo espera levantar R$ 7,85 bilhões em bônus de assinatura.

Mais cedo na terça-feira (29), Miguel Pereira, presidente da Galp Energia, unidade da portuguesa Petrogal, disse que os termos do leilão dos excedentes da cessão onerosa tornaram "bastante difícil" a participação da empresa.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.